Parceria inédita no mundo visa combater o tráfico de animais silvestres

O grupo Itapemirim, conglomerado de empresas que atuam no setor de transporte rodoviário no país, participa de uma parceria, inédita no mundo, com a Renctas - Rede Nacional de Combate ao Tráfico de Animais Silvestres, lançando uma campanha educativa com o

  
  

O grupo Itapemirim, conglomerado de empresas que atuam no setor de transporte rodoviário no país, participa de uma parceria, inédita no mundo, com a Renctas - Rede Nacional de Combate ao Tráfico de Animais Silvestres, lançando uma campanha educativa com o objetivo de esclarecer a população brasileira sobre os prejuízos desse comércio ilegal.

A Renctas, organização não governamental brasileira, tem como missão combater o tráfico ilegal de animais silvestres contribuindo, assim, para a preservação da biodiversidade. Suas ações têm por objetivo conscientizar a sociedade, apoiar os órgãos de controle e fiscalização ambiental, incentivar a criação de políticas públicas e implementar projetos destinados à pesquisa e à conservação da fauna silvestre.

O grupo Itapemirim utilizará toda a sua estrutura organizada em mais de 80% do território brasileiro (garagens; bilheterias; pontos de apoio ao longo das rodovias; sua frota de 2 mil ônibus e cerca de 950 caminhões; seu quadro funcional de 16 mil trabalhadores em todo o país; etc.) para veicular as peças da campanha.

São busdoors, banners, folders, folhetos explicativos, camisetas, pins, filmes institucionais, artigos em sua revista de bordo. Na Poltrona, exposições de fotos que estarão rodando pelas estradas brasileiras levando o esclarecimento e as indicações de como ajudar a acabar com esse negócio ilegal.

A parceria contou com a colaboração gratuita da agência Giovanni/FCB na criação da campanha, atendendo a um pedido da Renctas. E o seu conceito é o de uma campanha educativa, que divulgue informações sobre a biodiversidade e sobre os prejuízos que o tráfico de animais gera para a fauna e flora brasileiras o que, mais adiante, vai interferir na qualidade de vida do planeta.

Os traficantes de animais utilizam-se das rodovias para levar os animais capturados ilegalmente até os receptadores. Por isso, a campanha irá privilegiar esses caminhos massificando as informações e incentivando a denúncia para os órgãos de fiscalização.

A parceria atende às necessidades de expansão dos resultados da Renctas e às de viabilização de ações de responsabilidade sócio-ambiental do grupo Itapemirim. A campanha foi planejada durante um ano pelos parceiros e em julho de 2004, num seminário em Brasília, ela foi apresentada para os diretores e gerentes regionais do grupo Itapemirim para ser disseminada entre os 16 mil funcionários de todas as empresas no país, como parte estratégica de seu funcionamento.

A expectativa é a de que a campanha possa mostrar à população brasileira o prejuízo que causa à natureza o tráfico de animais silvestres, terceiro maior negócio ilegal do mundo, perdendo apenas para o tráfico de armas e o de drogas, movimentando cerca de 2 bilhões de dólares só no Brasil.

O animal silvestre é essencial para o equilíbrio do ambiente, contribuindo para a reprodução das plantas, disseminação das sementes, recomposição da vegetação, além de participar da cadeia alimentar dando vida à natureza.

Fonte: Grupo Itapemirim

  
  

Publicado por em

Jorge Lopes

Jorge Lopes

29/12/2008 12:43:18
Bom dia!

Se todas empresas seguisem o exemplo da empresa Itapemerim já teriamos diminuido bastante este tipo de crime muito comum aqui na região Nordeste. È importante lembrar que aqui na região Nordeste faz parte da "cultura", criar animais silvestres fato este que facilita bastante o trafico, já que nem todos na região consideram o tráfico de animais silvestres crime.

Daniel Lopes

Daniel Lopes

08/10/2008 14:45:46
Olá, parabens uma otima contribuição do grupo Itapemerim.Gaia está feliz com essa atitude.