Parque Nacional da Serra dos Órgãos e Cenap desenvolvem estudo sobre mamíferos

O projeto conta com parceria da Reserva Biológica do Tinguá, Estação Ecológica do Paraíso e Parque Estadual dos Três Picos.

  
  

O Parque Nacional da Serra dos Órgãos, no Rio de Janeiro, em parceria com o Centro Nacional de Pesquisas para Conservação de Predadores Naturais (Cenap) estará promovendo estudo sobre as populações de mamíferos da unidade de conservação e região do entorno.

O objetivo do estudo é verificar a efetividade dos corredores florestais entre o parque e outras áreas protegidas da região para a manutenção de espécies como os carnívoros.

Os estudos começarão ainda este ano, com uso de armadilhas fotográficas para verificação da ocorrência de animais como onça-pintada (Panthera onca), onça parda (Puma concolor), anta (Tapirus terrestris) e outros animais. Para o Cenap será possível confirmar ou não a ocorrência da onça-pintada na região.

Os dados sobre outros animais serão importantes para monitorar a biodiversidade e avaliar a efetividade e o grau de conservação dos corredores florestais entre as áreas protegidas.

Em estudo anterior na região, a onça-pintada, a anta e o queixada (Tayassu peccari) foram apontados como extintas em toda a Serra dos Órgãos. Mas relatos de moradores e informações de pesquisadores indicaram a ocorrência destes animais não há muito tempo.

Para o chefe do parque e um dos coordenadores do projeto, Ernesto Viveiros de Castro, "confirmar cientificamente a ocorrência destas espécies é fundamental para orientar as estratégias de conservação e as ações fiscalizadoras que coíbam a caça na região".

O projeto conta com parceria da Reserva Biológica do Tinguá, Estação Ecológica do Paraíso e Parque Estadual dos Três Picos. Com possível expansão das atividades para estas unidades. O objetivo do projeto é abranger as unidades de proteção integral do Mosaico da Mata Atlântica Central Fluminense, que juntas protegem cerca de 100 mil hectares de Mata Atlântica.

Fonte: Instituto Chico Mendes

  
  

Publicado por em

Décio Moraes

Décio Moraes

28/07/2009 22:47:42
O estudo e pesquisa em áreas de proteção ambiental nos darão informações atualizadas da atual situação... Porém medidas para conter o avanço da ocupação nestas áreas são de caráter extraordinário, sendo uma delas a sanção da expansão do parque na divisa entre os municípios de Petrópolis e Magé que possui grande importância ligando a serra dos Órgão com a serra da estrela até o parque municipal da Taquara em Sta Cruz da serra.