Peixes-bois podem ser avistados no Piauí

Quem vai ao litoral do Piauí de férias pode ter a sorte de observar uma espécie que está ameaçada de extinção, mas que nas águas piauienses luta pela sobrevivência

  
  

Quem vai ao litoral do Piauí de férias pode ter a sorte de observar uma espécie que está ameaçada de extinção, mas que nas águas piauienses luta pela sobrevivência. O Trichechus manatus, nome científico da espécie do peixe-boi marinho, consta da lista de animais ameaçados de extinção desde 1989. De acordo com os cálculos do Ibama, apenas 500 animais da espécie vivem no litoral do Brasil. No Piauí, esse número está entre 25 e 30 indivíduos.

Na região de Cajueiro da Praia, essa população de peixes-bois marinhos permanece porque não há a caça de peixe-boi no Estado. Os pescadores da região sempre tiveram uma convivência pacífica com esse animal, uma tradição secular de preservação, e hoje o peixe-boi é símbolo do município. Um projeto foi criado para garantir a preservação e já nasceram quatro filhotes em terras piauienses.

Para avistar os animais é preciso que o turista seja transportado até a base de observação do peixe-boi, inaugurada no ano passado pelo Governo do Estado. A torre de observação do peixe-boi em Cajueiro da Praia mede 7,5 m de altura e fica no mar a 1.500 metros. O transporte dos turistas até a torre de observação é feito com canoas a vela, pois os motores deixam o peixe- boi perturbado. Essas atividades são feitas em parceria com o Ibama e com a Associação de Condutores de Grupo (guias) da Praia de Itam. Os horários de visitação dependem da maré.

Fonte: Secretaria de Turismo do Piauí

  
  

Publicado por em