Produtos para animais de estimação entram na pauta de exportações

O Brasil diversifica exportação: mais de R$ 2 milhões serão investidos pela APEX-Brasil em parceria com a ANFAL-PET para ampliar o comércio dos produtos deste setor.Na sexta-feira, 24 de junho, a APEX-Brasil (Agência de Pr

  
  

O Brasil diversifica exportação: mais de R$ 2 milhões serão investidos pela APEX-Brasil em parceria com a ANFAL-PET para ampliar o comércio dos produtos deste setor.Na sexta-feira, 24 de junho, a APEX-Brasil (Agência de Promoção de Exportações e Investimentos) e a Associação Nacional dos Fabricantes de Alimentos para Animais de Estimação (ANFAL-PET) assinaram convênio para desenvolver ações de promoção comercial do setor no México, Estados Unidos, Rússia, Itália, Japão e China.

Governo e iniciativa privada investem juntos R$ 2,3 milhões para promover nestes países o comércio de alimentos (rações e mastigáveis), medicamentos, vacinas, roupas, brinquedos, coleiras, guias e correntes.

As metas anuais do projeto são exportar R$ 4,1 milhões, 30% a mais que o número atual, e ampliar em 5% o número de empregos das empresas envolvidas, chegando a 3.120.

O projeto contempla ainda análise conjuntural do setor e estudos de mercado, visita de jornalistas estrangeiros, participação em rodadas de negócios e feiras no exterior. Todas estas ações visam criar uma cultura exportadora nas pequenas e médias empresas do setor. No momento, o Brasil participa com menos de 1% do mercado mundial.

`Este é um setor competitivo de processos automatizados e que investe constantemente em pesquisa, tecnologia e marketing, o que resulta em produtos de alto valor agregado e contribui para enriquecer a pauta de exportações do Brasil`, afirma o presidente da APEX-Brasil, Juan Quirós.

Embora pequeno em relação a outros países, o setor brasileiro está em ascensão e possui enorme potencial para atender ao mercado internacional.

De 1998 a 2004, percebeu-se, por exemplo, uma diminuição drástica nos volumes de importação de alimentos para animais de companhia. Em 1998, o país importou 13 mil toneladas. No primeiro semestre de 2004 este número foi de 2,5 mil toneladas.

`Como importante produtor e exportador de cereais e carnes, matéria-prima para a fabricação de rações para animais domésticos, temos a oportunidade e capacidade para estar entre os maiores exportadores do mundo`, complementa Quirós.

`O promissor mercado pet brasileiro é composto por 27,9 milhões de cães e 12 milhões de gatos, um consumo potencial de 3,45 milhões de toneladas por ano e um faturamento de US$ 2,93 bilhões`, ilustra Antonio Miranda Neto, presidente da ANFAL-PET.

`Além de desempenhar o papel de animal de estimação, cães e gatos fazem companhia para crianças e idosos, comprovadamente auxiliam no desenvolvimento de deficientes e garantem a
segurança de residências`, acrescenta Miranda.

Quando alimentados com produtos adequados, os animais têm sua saúde garantida, ficando livres de problemas físicos e de zoonoses. Além disso, milhões de toneladas de alimentos deixam de ser desviados da alimentação humana, evitando desperdícios.

ANFAL-PET :

Foi criada em 2004 com a finalidade de representar os interesses da indústria de alimentos balanceados para animais de companhia e conta atualmente com 34 associados de um universo estimado em 60 empresas produtoras de alimentos para cães e gatos.

As empresas associadas a esta entidade são responsáveis por mais de 78% dos US$ 1,2 bilhões que o setor faturou em 2003.

APEX-Brasil :

A Agência de Promoção de Exportações e Investimentos do Brasil (APEX-Brasil) trabalha para ampliar o número de empresas e diversificar os produtos brasileiros no mercado internacional. Sua meta é identificar setores estratégicos para ações governamentais coordenadas, visando o aumento sustentado das exportações.

A APEX-Brasil executa cerca de 200 projetos em todo o Brasil em parceria com organizações públicas e privadas, contribuindo para o desenvolvimento das empresas, em especial as de pequeno e médio porte.

Fonte: APEX - Brasil

  
  

Publicado por em

BRUNA

BRUNA

03/11/2008 12:03:14
ACHEI MUITO LEGAL E TEM TUDO QUE QUERIA