Motoristas da Linha Amarela recebem sacos ecológicos para lixo

Motoristas que trafegam pela Linha Amarela, no Rio de Janeiro, vão receber esta semana sacos plásticos oxi-biodegradáveis próprios para lixo de automóveis. A ação é uma parceria da CAVO Serviç

  
  

Motoristas que trafegam pela Linha Amarela, no Rio de Janeiro, vão receber esta semana sacos plásticos oxi-biodegradáveis próprios para lixo de automóveis. A ação é uma parceria da CAVO Serviços e Meio Ambiente, empresa do Grupo Camargo Correa, especializada em gestão ambiental de resíduos, águas e efluentes, com seus clientes Linha Amarela S/A - Lamsa (que administra a via), Ponte S/A, RioPol, Bosch e Embraer. Serão distribuídos 43 mil sacos entre os dias 4 e 8 de junho. A iniciativa marca as comemorações do Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho).

Os sacos oxi-biodegradáveis são utilizados pela CAVO na prestação do serviço de varrição e conservação de Curitiba (PR) e na operação da Lamsa. O diferencial deste material está no tempo que levam para serem decompostos. Enquanto os sacos tradicionais precisam de 450 anos, os oxi-biodegradáveis são decompostos em até 18 meses, ou seja, em apenas 1% do tempo que os sacos comuns.

Sómente em Curitiba, deixam de ir para o aterro sanitário cerca de 150 mil sacos por mês. A expectativa da CAVO é implementar o uso do material em todos os clientes até o final do ano.

Os sacos oxi-biodegradáveis têm tecnologia desenvolvida pela RES Brasil, única licenciadora no País de embalagens oxi-biodegradáveis da inglesa Symphony Plastics Technology.

O material conta com tecnologia baseada na utilização de um aditivo, o D2W, formado por átomos de carbono e hidrogênio ao carbono, incorporado na fabricação dos sacos.

Fonte: Máquina Comunicação

Del Valle Editoria

Contato: vininha@vininha.com

Site: www.animalivre.com.br

  
  

Publicado por em