Bahia lançou rede de biocombustíveis

Foi lançada na terça-feira (20/4), a Rede Baiana de Biocombustíveis, que agrega diversas entidades coordenadas pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado da Bahia (Secti). Integrante do Programa Baiano de Biodiesel (Probiodiesel Bahia

  
  

Foi lançada na terça-feira (20/4), a Rede Baiana de Biocombustíveis, que agrega diversas entidades coordenadas pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado da Bahia (Secti).

Integrante do Programa Baiano de Biodiesel (Probiodiesel Bahia), a rede será financiada por secretarias estaduais, empresas privadas e universidades e pretende fomentar pesquisas para o desenvolvimento de tecnologias e a capacitação dos diversos segmentos que fazem parte do programa.

De acordo com a secretaria baiana, a meta é produzir um combustível proveniente de matéria-prima 100% renovável e sua posterior introdução na matriz energética estadual e nacional.

O Probiodiesel Bahia segue a mesma diretriz do programa de biodiesel do Governo Federal, priorizando a produção do combustível a partir da mamona.

A Bahia conta com extensa área de cultivo de mamona, concentrando cerca de 80% da produção nacional da planta oleaginosa. O estado tem feito algumas das principais pesquisas do país referentes à produção desse biocombustível em escala comercial.

Segundo os responsáveis, o programa também irá incentivar a agricultura familiar, com o cultivo da mamona em larga escala no semi-árido, região historicamente pouco desenvolvida e carente de iniciativas de geração de ocupação e renda.

Fonte: FAPESP


  
  

Publicado por em