Brasil lidera pesquisa na área de biodiesel

O Brasil tem potencial para produzir biodiesel em larga escala, beneficiando-se do fato de o biocombustível ser renovável e não poluente. O prognóstico é do engenheiro elétrico Daniel Lisboa, pesquisador da Universidade Federal Fluminense (UFF) que estuda

  
  

O Brasil tem potencial para produzir biodiesel em larga escala, beneficiando-se do fato de o biocombustível ser renovável e não poluente. O prognóstico é do engenheiro elétrico Daniel Lisboa, pesquisador da Universidade Federal Fluminense (UFF) que estuda os usos do biodiesel, denominação genérica para combustíveis e aditivos derivados de plantas, frutos e sementes, como dendê, babaçu, soja, palma, mamona etc.

O interesse por novas fontes de energia ganhou força na década de 70, com as duas crises do petróleo. No Brasil, as pesquisas com o biodiesel remontam a 1980, quando os primeiros estudos foram desenvolvidos na Universidade Federal do Ceará.

Apesar dos resultados promissores, Lisboa frisa que a intenção não é substituir integralmente o diesel comum pelo biocombustível: “O Brasil não atenderia a essa demanda, que hoje está em cerca de 40 milhões de litros/ano”, explica.

Fonte: Depto.Comunicação da Eletrobras

  
  

Publicado por em