Cientistas desenvolvem na Inglaterra simulador de clima urbano

O cenário é bastante típico das grandes metrópoles. A poluição emitida pelos carros, ônibus e caminhões costuma ficar presa sobre algumas ruas ou entre determinados prédios. A circulação do ar ao redor, em vez de ajudar na dispersão, pode, muitas veze

  
  

O cenário é bastante típico das grandes metrópoles. A poluição emitida pelos carros, ônibus e caminhões costuma ficar presa sobre algumas ruas ou entre determinados prédios.

A circulação do ar ao redor, em vez de ajudar na dispersão, pode, muitas vezes, aprisionar os poluentes em determinados locais.

Para entender como se formam esses bolsões de poluentes, ou como os gases tóxicos circulam pelas cidades de uma forma geral, os pesquisadores da Universidade de Reading, na Inglaterra, acabam de criar um túnel de vento que simula os fluxos de ar em regiões urbanas.

Para interpretar os resultados, os especialistas empregam conhecimentos da dinâmica de fluídos, turbulência, transferência de calor e meteorologia. O túnel de vento está recheado de cubos e barras, que simulam as formas dos prédios e das ruas. Todo material instalado no interior do simulador será recoberto com naftalina.

A medição da quantidade desse composto, antes e depois dos jatos de ar serem disparados ao longo do túnel, deve fornecer informações importantes para as análises científicas.

Quando os resultados estiverem prontos, os cientistas acreditam que as informações serão fundamentais para arquitetos e demais responsáveis pelas construções nas cidades. Sabendo como evitar a formação dos bolsões será mais fácil planejar cidades mais confortáveis e saudáveis para a população.

Fonte: Agência Fapesp

  
  

Publicado por em