União Europeia proíbe comercialização de cosméticos testados em animais

A União Europeia anunciou que irá banir a importação e comercialização de qualquer ingrediente ou produto cosmético testado em animais dentro e fora da União Européia. A nova medida deve entrar em vigor já em março deste ano

  
  
Proibição da comercialização de cosméticos testados em animais

A União Europeia anunciou que irá banir a importação e comercialização de qualquer ingrediente ou produto cosmético testado em animais. O anúncio, feito por Tonio Borg, novo comissário europeu de Saúde e Consumo, informa que a nova regra deve entrar em vigor já em março deste ano.

Com a proibição, nenhuma pessoa ou empresa poderá vender novos produtos ou ingredientes cosméticos que foram testados em animais dentro da EU ou em qualquer outra parte do mundo. “A decisão significa também que teremos de intensificar os esforços para o desenvolvimento, validação e aceitação de métodos alternativos, bem como o reconhecimento internacional desses meios”, afirmou ainda o comissário.

A proibição estende-se a todos os tipos de cosméticos - desde produtos de higiene, como sabonetes, xampus e pastas de dente, até os de beleza, como hidratantes e cremes de rosto.

Ativistas comemoram
Ativistas da ONG Cruelty Free, que trabalham na defesa dos animais, comemoraram a decisão. Segundo Michelle Thew, diretora executiva da organização, trata-se de um evento histórico que resulta de mais de 20 anos de campanha contra a prática.

“Agora vamos aplicar a nossa decisão e determinação num palco global para garantir que o resto do mundo seguirá o mesmo caminho", promete.

Fonte: EcoD

  
  

Publicado por em