Nova sede do Imaflora foi construída com madeira certificada de acordo com os princípios do FSC

A sede do Imaflora – Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola, localizada em Piracicaba, interior de São Paulo, é a primeira da América Latina construída, na sua maioria, com madeira certificada de acordo com princípios do Forest Stew

  
  

A sede do Imaflora – Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola, localizada em Piracicaba, interior de São Paulo, é a primeira da América Latina construída, na sua maioria, com madeira certificada de acordo com princípios do Forest Stewardship Council-FSC, o Conselho de Manejo Florestal dos Estados Unidos.

Doados pela Eucatex, os painéis de aglomerado, devidamente certificados com o Selo Verde, concedido pela Scientific Certification System (SCS), entidade ligada ao FSC, compõem o mobiliário da cozinha e dos banheiros.

Sua inauguração que aconteceu na sexta-feira, 14/2, é uma mostra dos diferentes produtos florestais certificados já disponíveis no Brasil. A nova sede trouxe para o instituto a oportunidade de transformá-la numa referência em construção com madeira certificada no Brasil.

De acordo com Silvana Pereira de Macedo, gerente administrativa-financeira do Imaflora e coordenadora das obras, o projeto tem como objetivo mostrar que já é viável realizar uma construção ambientalmente correta.

“Queremos que as pessoas olhem para a sede e vislumbrem essa possibilidade”, ressalta.

Empresas certificadas, projetos comunitários e universidades colaboraram no projeto, concebido e executado pelo Habis – Grupo de Pesquisa em Habitação e Sustentabilidade, Escola de Engenharia de São Carlos/USP e GEsQE – Grupo de Estudos sobre a Qualidade nas Edificações da Universidade Federal de São Carlos, incluindo ainda alunos da FAU/USP e da PUC de Poços de Caldas, Minas Gerais.

Além da madeira certificada, foram empregados na edificação outros materiais ambientalmente corretos, como telhas de cerâmica provenientes de olarias que utilizam madeiras de reflorestamento em seus fornos e tijolos de demolições para os muros e calçadas. O projeto arquitetônico visa ainda facilitar a ventilação e a iluminação natural afim de evitar o uso de ar condicionado e minimizar o gasto de energia elétrica. Nas paredes foram utilizadas placas de gesso acartonado revestidas com azulejo.

A participação da Eucatex no projeto da nova sede do Imaflora vai ao encontro do objetivo da empresa em contribuir para o desenvolvimento sustentável, incentivando a prática de ações ambientalmente adequadas, socialmente justas e economicamente viáveis.

Reconhecida pelo manejo adequado de suas florestas, a empresa tem o Selo Verde presente tanto nas chapas de fibras e de aglomerados destinadas à produção de mobiliário, quanto nos pisos de madeira e produtos da Serraria, uma de suas unidades.

Fonte: AssCom.Eucatex

  
  

Publicado por em