Número de espécies vegetais em extinção triplica em São Paulo

A nova lista de espécies vegetais ameaçadas de extinção no Estado de São Paulo, que deverá ser divulgada em junho ou julho, será cerca de três vezes maior do que a atual. A relação em vigor, publicada em 9 de março de 1998, contém 350 espécies, número que

  
  

A nova lista de espécies vegetais ameaçadas de extinção no Estado de São Paulo, que deverá ser divulgada em junho ou julho, será cerca de três vezes maior do que a atual. A relação em vigor, publicada em 9 de março de 1998, contém 350 espécies, número que deverá saltar para algo entre 800 e 1.000.

Isso representa cerca de 10% das 8.500 plantas catalogadas no Estado.O aumento da lista é resultado do aperfeiçoamento dos critérios para a definição do que é uma planta ameaçada de extinção.

`A atual relação foi feita meio às pressas, para atender a um pedido de urgência do governo estadual`, explica o biólogo Vinicius Castro Souza, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da Universidade de São Paulo, em Piracicaba. Souza é um dos coordenadores da comissão científica que está preparando a nova lista.

`Ela não foi muito bem discutida pela comunidade científica.` Há três anos, as Sociedades Botânica do Brasil e de São Paulo e a Secretaria Estadual do Meio Ambiente decidiram que a lista deveria ser refeita, baseada em critérios mais científicos.

`Depois disso, estabelecemos 11 critérios para a classificação das espécies ameaçadas de extinção`, diz Souza. `Eles são mais universais. Definimos com mais precisão, por exemplo, os conceitos de distribuição geográfica restrita e baixa densidade populacional.`

Para preparar a nova lista, os cerca de 80 pesquisadores de universidades e instituições de pesquisa envolvidos no trabalho saíram pouco a campo.

Fonte: Agência Estado

  
  

Publicado por em

Lorranna

Lorranna

25/04/2009 15:51:53
eu acho muito legal