Ong produzirá curativo regenerador a base de látex de seringueira

Um produto feito de látex de seringueira, que cicatriza feridas crônicas e pode reconstituir tímpanos será produzido a partir de julho, em escala piloto, em Campo Grande (MS). Desenvolvido na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP), da USP, o b

  
  

Um produto feito de látex de seringueira, que cicatriza feridas crônicas e pode reconstituir tímpanos será produzido a partir de julho, em escala piloto, em Campo Grande (MS).

Desenvolvido na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP), da USP, o biopolímero, nome técnico do novo curativo, concorrerá com similares importados, muito mais caros.

A produção será iniciada pela Pele Nova Biotecnologia, empresa constituída pela Academia Brasileira de Estudos Avançados (Abea), uma organização não-governamental, que fez a ponte entre os cientistas e os investidores.

O látex contém uma substância, ainda não identificada, que tem a propriedade da angiogênese, isto é, de formar novos vasos sanguíneos. Com mais vasos sanguíneos no local da ferida, mais rápido ela cicatriza.

Fonte: Agência Brasil

  
  

Publicado por em

Cristhina omena

Cristhina omena

28/08/2011 23:46:22
Acho que este novo produto deve entrar no mercado o mais rápido possível para aliviar milhões de pessoas que sofrem com a úcera varicosa. Que Deus ilumine cada dia a todos!