Para combater a dengue é necessário que cada cidadão cuide de sua propriedade

A primeira batalha contra o mosquito transmissor da Dengue, o Aedes Aegypti, começa em casa e deve ser travada por toda a população. Eliminar os depósitos de água parada em vasos, bacias, lajes, calhas e garrafas retornáveis é essencial para evitar que o

  
  

A primeira batalha contra o mosquito transmissor da Dengue, o Aedes Aegypti, começa em casa e deve ser travada por toda a população. Eliminar os depósitos de água parada em vasos, bacias, lajes, calhas e garrafas retornáveis é essencial para evitar que o mosquito se reproduza e transmita a doença.

Para eliminar os casos de Dengue no Estado de São Paulo, a Secretaria de Estado da Saúde conta com o apoio da população, que deve continuar vigilante sobre os possíveis focos da doença em suas casas. As caixas d’água, um dos principais criadouros do mosquito, devem ser limpas regularmente e mantidas tampadas. O mesmo procedimento vale para bacias, baldes, pneus velhos, piscinas e garrafas.

“Se cada cidadão cuidar do seu espaço, eliminando materiais inservíveis e recipientes com água parada, em pouco tempo não teremos mais focos da doença no Estado”, diz o diretor da Superintendência de Controle de Endemias (Sucen), Luiz Jacintho Silva.

Cuidados a serem tomados

Vasos

- Furar os pratos para permitir o escoamento de água
- Colocar areia nos pratos
- Lavar e escovar os vasos e pratos periodicamente
- Plantas aquáticas devem ter a água dos vasos trocada duas vezes por semana

Pneus

- Devem ser guardados em local seco e coberto
- Quando utilizados para balanço, devem ser furados na parte de
baixo

Garrafas retornáveis

- Devem ser lavadas, secadas e guardadas em local coberto
- Devem ser guardadas com as bocas tampadas
- Caco de vidro em muros
- Os gargalos e fundos das garrafas devem ser quebrados ou
preenchidos com cimento onde há acúmulo de água

Caixas d’água

- Devem ser mantidas tampadas
- A limpeza deve ser periódica
- Filtros ou potes com água
- Manter bem tampados
- Quando não houver possibilidade de vedação, deve-se colocar
um pano embaixo da tampa ou pires utilizado para fechar o
recipiente

Calhas e lajes

- Manter sempre limpas, desentupidas e sem pontos de acumulo d’água

Ralos

- Devem ser telados
- Adicionar sal após cada chuva ou lavagem do local
- Jogar água sanitária ou detergente semanalmente

Baldes e bacias

- Devem ser mantidos virados para baixo e em local coberto
- Bandejas de geladeira e de aparelhos de ar condicionado
- Lavar duas vezes por semana
- Colocar mangueira ou furar a bandeja do aparelho

Piscina

- Em períodos sem uso, a água deve ser reduzida ao menor nível possível
- Aplicar água sanitária semanalmente
- As piscinas infantis devem ser lavadas semanalmente e ter a água trocada

Saiba como fazer

1)Utilização de areia
Adicionar areia grossa e úmida no prato, em torno do vaso, até a borda.Em caso de pratos com correntes, a areia deve ser colocada até o limite do furo para fixação da corrente

2- Uso de sal de cozinha
Utilizar uma colher de sopa de sal para cada 0,5 litro de água

Fonte: Ass. Imprensa da Secretaria Estadual da Saúde

  
  

Publicado por em