Parlamento Europeu torna mais rígida a rotulagem de transgênicos

O Parlamento Europeu aprovou na quarta-feira (2/7) regras para rotulagem e rastreabilidade de OGMs - organismos geneticamente modificados comercializados na UE - União Européia. De acordo com as novas regras, os produtos fabricados a partir de matéria

  
  

O Parlamento Europeu aprovou na quarta-feira (2/7) regras para rotulagem e rastreabilidade de OGMs - organismos geneticamente modificados comercializados na UE - União Européia.

De acordo com as novas regras, os produtos fabricados a partir de matéria-prima transgênica deverão exibir no rótulo uma advertência, e os alimentos importados terão de informar também sua história genética.

Com a nova legislação, os produtos nos quais não é possível detectar a presença de OGMs, como os óleos vegetais, também deverão ser rotulados.

Além disso, os países da comunidade européia terão autonomia para limitar o plantio de transgênicos. As leis ainda precisam da aprovação final dos países que integram o bloco.A medida suspende a proibição da venda de produtos transgênicos na UE.

A liberação vinha sendo reivindicada pelo governo americano, que entrou com um processo na OMC - Organização Mundial do Comércio contra a proibição dos transgênicos na União Européia.

De acordo com a agência de notícias Reuters, a decisão européia não deve mudar a posição americana de pedir indenização. O governo dos EUA também já se mostrou insatisfeito com a exigência da rotulagem explícita dos transgênicos.

Fonte: Agências Internacionais

  
  

Publicado por em