Passarinho de espécie rara encontrado esgoto tailandês

A variedade havia sido avistada oficialmente uma única vez, há 140 anos, na Índia Efe AP http://www.estadao.com.br/banco/img/livre/2007/03/652007030714381915thai.jpg O rouxinol de bico grande, reencontrado após

  
  

A variedade havia sido avistada oficialmente uma única vez, há 140 anos, na Índia

Efe

AP

http://www.estadao.com.br/banco/img/livre/2007/03/652007030714381915thai.jpg

O rouxinol de bico grande, reencontrado após mais de um século

BANGCOC - Um pássaro dos pântanos que não era avistado há quase 140 anos foi descoberto numa estação de tratamento de esgoto na Tailândia, informa a organização Birdlife International.

Pouco se sabe sobre o rouxinol-dos-caniços de bico grande (Acrocephalus orinus), porque o pássaro não é visto desde que foi descoberto, em 1867, na Índia. Por ser tão raro, cientistas vinham debatendo se ele realmente representaria uma nova espécie, ou se só teria sido um indivíduo peculiar de uma espécie mais comum.

Mas o debate parece, agora, encerrado, depois que o ornitólogo Philip Round, da Universidade Mahidol, de Bangcoc, capturou um espécime em 27 de março de 2006, numa estação de tratamento de esgoto.

"Embora os rouxinóis-dos-caniços sejam todos muito parecidos... um dos pássaros que capturei naquela manhã me pareceu muito estranho, algo nele não parecia certo", diz nota divulgada pelo cientista, acrescentando que o espécime tinha bico longo e asas curtas.

"Então, dei-me conta. Eu provavelmente estava segurando um rouxinol-dos-caniços de bico grande", disse ele. "Fiquei mudo. Senti como se estivesse segurando um dodô vivo".

Para confirmar sua descoberta, Round enviou fotografias e amostras de DNA do pássaro para Staffan Bensch, da Universidade Lund, na Suécia, que havia estudado o espécime capturado na Índia. Ele confirmou o achado.

Mai evidência de que a variedade de bico grande representa uma espécie à parte veio seis meses depois da descoberta de Round - enfiada em uma gaveta de museu.

Um segundo novo espécime foi encontrado na coleção do Museu de História Natural de Tring, na Inglaterra. Ele fazia parte de uma coleção de rouxinóis-dos-caniços comuns, coletada na Índia no século 19. Este exemplar havia sido capturado em 1869.

"Encontrar um rouxinol-dos-caniços de bico grande após 139 anos foi notável. Encontrar um segundo, bem debaixo do nariz dos ornitólogos, é um verdadeiro milagre", disse um representante da Birdlife International, Stuart Butchart.

Fonte: O ESTADO DE SÃO PAULO

  
  

Publicado por em