Política Rural e Urbana será principal tema do 49º Congresso Estadual de Municípios

Entre os dias 11 e 16 de abril, as lideranças municipais de todos os cantos do Estado de São Paulo estarão reunidas em Praia Grande para o principal encontro anual entre prefeitos(as), vice-prefeitos(as), vereadores (as), secretários (as) municipais e ex-

  
  

Entre os dias 11 e 16 de abril, as lideranças municipais de todos os cantos do Estado de São Paulo estarão reunidas em Praia Grande para o principal encontro anual entre prefeitos(as), vice-prefeitos(as), vereadores (as), secretários (as) municipais e ex-gestores: o Congresso Estadual de Municípios.

Promovida pela Associação Paulista de Municípios, a 49ª edição do encontro pretende ser a maior já realizada pela entidade.

`Estamos estruturando aquele que será o maior congresso já realizado pelo APM. Nossa meta é ultrapassar a marca de 10 mil presentes no encontro de 2004`, afirma Celso Giglio, presidente do congresso e da APM.

Com o tema `Campo e Cidade Rumo à Modernidade`, o encontro terá como principal foco o cenário rural. Em 2004, a produção agropecuária paulista movimentou R$ 26,99 bilhões, segundo dados do Instituto de Economia Agrícola (IEA), órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

É para aumentar esse bolo e fatiá-lo que as possibilidades de crescimento oferecidas por esse setor serão debatidas no Congresso. `Um País que se vangloria de ter uma produção agrícola com números tão representativos não pode esquecer de que nada existiria sem o esforço dos municípios. Queremos trazer a questão rural para discussão`, afirma o secretário geral da APM, Antônio César Simão.

Segundo José Mauro Orlandini, tesoureiro da entidade e coordenador de painel sobre Política Agrícola no congresso, a liberação de recursos para investimentos no setor perante entidades financeiras será um dos principais temas abordados pelos agentes financeiros convidados.

Ainda dentro do tema `Campo e Cidade Rumo à Modernidade`, o congresso organizará outros painéis de debate. Serão eles: saúde, segurança urbana e rural, parcerias público-privadas, educação, atuação do Poder Judiciário, desenvolvimento das vocações municipais regionais, políticas públicas para infância e terceira idade, e meio ambiente.

Para engrossar o movimento municipalista e demonstrar sua união, a APM contará com o apoio da Uvesp - União dos Vereadores do Estado de São Paulo na organização e coordenação do evento.

Primeiras-damas

A área social terá uma programação especial para as mais de 600 primeiras-damas e presidentes de Fundos Municipais do estado. Representantes que conseguiram reverter o quadro social do seu município estarão presentes no congresso para dar seu depoimento e trocar experiências com outros gestores na área social. Além disso, especialistas irão esclarecer os meandros da
gestão da máquina pública.

`Como 70% das primeiras-damas do Estado estão ocupando esse cargo pela primeira vez, vamos organizar palestras de orientação sobre as diretrizes da Lei Orgânica de Assistência Social e meios para viabilizar a geração de
renda para a área. Dessa forma, elas irão tirar suas dúvidas e ficarão mais confiantes para administrar seus municípios`, explica Glória Giglio, coordenadora da programação dedicada às primeiras-damas.

Estâncias turísticas

Para reforçar a aproximação entre as entidades, a Associação Paulista de Municípios (APM) assinou no último dia 28 de fevereiro, no Guarujá, acordo com a Aprecesp - Associação das Prefeituras de Cidades Estâncias do Estado de São Paulo.

Pelo documento, a APM ofereceu gratuitamente 65 estandes de 9 metros quadrados para as cidades associadas, que têm o perfil e vocação para o turismo.

Sobre o Congresso

A 49ª edição do Congresso Estadual de Municípios acontecerá entre os dias 11 e 16 de abril, na estância turística de Praia Grande. Além de auditório para debates, o Centro de Convenções da cidade (Rua Ayrton Senna da Silva, nº 30.623) abrigará espaço para exposição paralela de produtos, serviços e tecnologia.

Entre as empresas que já confirmaram a participação no congresso estão: banco Nossa Caixa, Banespa, Bradesco, Elektro, CPFL e Motorola.

Sobre a APM

A Associação Paulista de Municípios é uma entidade civil de âmbito estadual com 56 anos de história. Em 1948 foi institucionalizada como associação representativa, e hoje atua nos 645 municípios do Estado de São Paulo. A APM assessora prefeitos(as), vice-prefeitos(as) e vereadores(as), em questões técnico-administrativas e jurídicas, na organização dos serviços públicos, na sistematização das ações dos Conselhos Municipais e, principalmente, na defesa dos interesses dos Municípios diante dos Poderes Executivo e Legislativo da União e do Estado, na busca pela emancipação política e financeira.

Fonte: Redação Municipíos de São Paulo

  
  

Publicado por em