Poluição sonora irrita grande parte das pessoas

A poluição sonora é um problema de saúde constantemente estudado por pesquisadores, principalmente no que diz respeito às suas conseqüências ambientais e aos transtornos que causa à população. No entanto, a maior parte dessas pesquisas trabalha com a medi

  
  

A poluição sonora é um problema de saúde constantemente estudado por pesquisadores, principalmente no que diz respeito às suas conseqüências ambientais e aos transtornos que causa à população. No entanto, a maior parte dessas pesquisas trabalha com a medição dos ruídos em um determinado local, analisando se eles se enquadram nos padrões aceitos mundialmente.

Poucos são os trabalhos que buscam informações junto à população e é por isso que pesquisadores do Laboratório de Acústica Ambiental do Departamento deEngenharia Mecânica da Universidade Federal do Paraná resolveram verificar as reações de incômodo sofridas pela população de Curitiba frente ao ruído urbano.

De acordo com artigo publicado, em agosto de 2002, na Revista de Saúde Pública,“para identificar as principais fontes de ruído do ambiente urbano e a reaçãoda população a essas fontes, foi elaborado um questionário com questões sobredados demográficos do ambiente residencial urbano e o desconforto causado peloruído”.

Participaram 860 pessoas, que foram selecionadas de modo aleatório.Segundo os pesquisadores, a maior parte era do sexo masculino e possuía entre 18e 24 anos de idade.

“Indagados se eles se incomodavam com o ruído de sua rua, amaior parte dos participantes (44%) respondeu que às vezes se incomodava ecerca de 32% responderam que se incomodavam regularmente”, afirmam.

Além disso,60% responderam que o ruído de sua rua havia aumentado recentemente.Com relação às fontes de barulhos que mais incomodavam as pessoas, a equipe explica que a maioria apontou o trânsito e os vizinhos.

No entanto, outras fontes, denominadas fontes não contínuas, também foram citadas, como por exemplo, sirenes, casas noturnas e construção civil. Isso mostra, segundo ospesquisadores, que para que uma pessoa se sinta incomodada pelo ruído urbano,não é absolutamente necessário que ele seja intenso ou muito intenso, à medidaque coexistem fontes de ruídos contínuos e descontínuos.

O mais importante, segundo eles, é o fato de a poluição sonora gerar efeitos naspopulações urbanas como irritabilidade, baixa concentração, insônia e dores decabeça.

“Vale ressaltar que todas as pessoas que disseram sentir-se incomodadaspelo barulho confessaram apresentar pelo menos um desses efeitos, predominandoa irritabilidade e a baixa concentração”, afirmam no artigo.

Fonte: Notisa

  
  

Publicado por em

Evelyn e pamela

Evelyn e pamela

11/09/2008 14:48:37
tem que melhorar um pouco, pois queremos umas opinião mais concreta sobre o problema que é a poluição sonora...mas tá bom sim...dou digamos que uma nota de 0 á 10, eu vou dar 7,5.

Pamela e Evelyn.

Boa Tarde