Produtores orgânicos recebem apoio da APA Petrópolis -RJ

Produtores orgânicos da região da APA - Área de Proteção Ambiental de Petrópolis, na Região Serrana do Estado do Rio, estão recebendo apoio para o incremento da atividade. Anteriormente um nicho de mercado restrito a lojas de produtos naturais, a agri

  
  

Produtores orgânicos da região da APA - Área de Proteção Ambiental de Petrópolis, na Região Serrana do Estado do Rio, estão recebendo apoio para o incremento da atividade.

Anteriormente um nicho de mercado restrito a lojas de produtos naturais, a agricultura orgânica experimenta uma demanda crescente, mas os produtores ainda enfrentam dificuldades para encontrar canais adequados de comercialização e com os custos de certificação.

O primeiro passo para a concretização da parceria com a Apop - Associação dos Produtores Orgânicos de Petrópolis foi a inauguração de uma Feira Orgânica aos domingos, em Itaipava, no Centro de Referência Ambiental Rogério Marinho, a sede da APA Petrópolis.

A feira permite abrir um novo canal de escoamento da produção e auxilia a divulgar a agricultura orgânica para um público mais amplo que inclui veranistas e turistas.Com mais de 20 produtores, a agricultura orgânica já é responsável por cerca de 10% da produção de Petrópolis. Concentrada em áreas rurais do Caxambu e Jacó, produz vários tipos de folhosas, frutas e legumes, a maior parte em sítios e pequenas propriedades.

Para ser considerada como agricultura orgânica, a produção depende de certificação de entidades especializadas.

Além da Feira Orgânica, a Câmara Técnica de Desenvolvimento Sustentável da APA Petrópolis aprovou a criação de um selo de procedência para os produtos ecologicamente corretos, o que também irá beneficiar o setor.

De acordo com a presidente do Conselho Gestor da APA Petrópolis, a bióloga Yara Valverde, Petrópolis é um dos principais pólos da Região Serrana, a maior produtora de orgânicos do Estado do Rio.

`O apoio obedece às diretrizes da área de proteção ambiental de promover o desenvolvimento sustentável`, acrescentou.

O apoio à agricultura orgânica consta do Plano de Atividades para 2003 da APA Petrópolis, aprovado pelas mais de 70 entidades da sociedade civil e órgãos públicos que compõem as Câmaras Técnicas do Conselho Gestor.

Os orgânicos também marcaram presença na inauguração do Centro de Referência Rogério Marinho: o coquetel servido na inauguração da sede própria da APA, no final de março, era composto exclusivamente por produtos cultivados sem produtos químicos.

Fonte: APA Petrópolis

  
  

Publicado por em