Pronatura 2003 estimula setor de orgânicos e fitoterápicos

A sexta edição da feira ProNatura, realizada de 8 a 11 de outubro, no Expo Center Norte, em SP, simultaneamente às feiras Terapêutica e Nutricional, foi marcada por uma série de ações promovidas pela Francal Feiras com o objetivo de articular produtores,

  
  

A sexta edição da feira ProNatura, realizada de 8 a 11 de outubro, no Expo Center Norte, em SP, simultaneamente às feiras Terapêutica e Nutricional, foi marcada por uma série de ações promovidas pela Francal Feiras com o objetivo de articular produtores, varejistas e consumidores para o crescimento organizado dos mercados de orgânicos e fitoterápicos. As expectativas da promotora foram confirmadas com a presença de um público de cerca de 15 mil pessoas.

O setor de orgânicos, com uma taxa média de crescimento anual de 30% a 50% no Brasil e um faturamento de R$ 300 milhões, concentrou boa parte da atenção da mídia presente no evento, assim como dos visitantes e agentes do mercado.

O 2º Fórum de Agricultura Orgânica, por exemplo, realizado no segundo dia da ProNatura, reuniu representantes do
Instituto Biodinâmico, da Argencert (entidade certificadora da Argentina), do Centro de Agricultura Ecológica e de empresas produtoras e varejistas de todo o Brasil. Os principais temas do segmento de orgânicos – como regionalização de mercados e políticas de varejo – foram tratados no evento.

Ao final do Fórum, a Francal Feiras homenageou, durante o Prêmio ProNatura, as empresas expositoras apontadas por um júri de especialistas como as melhores em cinco modalidades. Foram elas: a catarinense Nardelli – na categoria Melhor Produto –, a multinacional holandesa Wessanen – com a Melhor Equipe de Vendas –, a Native – destaque como Melhor Embalagem –, a Fazenda São Marcelo – com a Melhor Carne Orgânica –, e a Gama, que realizou a Melhor Campanha Publicitária.

O Espaço Abras de Negócios – criado para a feira, com o apoio da Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS) – estabeleceu um canal de ligação entre produtores de orgânicos e varejistas.

Da mesma forma, o Espaço Certificadoras permitiu que pequenos produtores adquirissem informação sobre os procedimentos técnicos para a atuação neste mercado.

Durante todos os dias da ProNatura, outros eventos favoreceram a divulgação de uma alimentação saudável para o consumidor final. Foi o caso do Restaurante E.C.O. – projeto da empresa Doctorfood para a criação da primeira franquia de restaurante de refeições orgânicas do País – e da Aula Show de Cozinha Saudável,Natural e Light, que contou com a participação de equipes de culinaristas e chefs.

ABIFITO cria novo estatuto

Na área de fitoterápicos, a ProNatura abriu espaço para que a Associação Brasileira da Indústria Fitoterápica (ABIFITO) realizasse sua 18ª Assembléia Geral Ordinária.

A sessão, que contou com a participação de empresários do segmento de fitoterápicos, se deu no terceiro dia da feira, 10 de outubro. Seu resultado mais importante foi a aprovação de um novo estatuto para a ABIFITO, que permite à entidade congregar, a partir de agora, empresas de setores além da fitoterapia.

Com o novo estatuto, suplementos nutricionais e itens apícolas são exemplos de segmentos que podem ter empresas representadas pela ABIFITO.

A aprovação do novo estatuto da ABIFITO representa mais um passo na luta que a entidade está implementando para obter uma legislação clara, junto às esferas governamentais, para a plena operação de outros mercados ligados à promoção da saúde.

Segmentação é tendência na feira

A ProNatura 2003 sinalizou uma tendência pela segmentação cada vez maior dos mercados da qualidade de vida. Além do consumidor final – sempre presente na feira –, a ProNatura recebe mais, a cada ano, um público de interesse mais específico, exigente e diretamente relacionado aos novos rumos dos setores de alimentos, cosméticos e medicamentos naturais.

Para o presidente da Francal Feiras, Abdala Jamil Abdala, “a ProNatura cumpriu mais uma vez seu papel de facilitar o intercâmbio entre as partes que formam os mercados de orgânicos, fitoterápicos e demais produtos naturais”.

Uma das mais tradicionais expositoras da ProNatura, a Mãe Terra apostou na diversificação nesta edição do evento. A empresa inovou ao estruturar uma lanchonete que apresentava ao consumidor opções de lanches rápidos que traziam em suas receitas ingredientes naturais.

Para o gerente de marketing da Mãe Terra, Maurício Noznica, o sucesso do projeto confirma a tendência do público em buscar uma alimentação saudável.

“Do pastel de forno com cenoura e ricota ao cheeseburguer com carne de soja, todos os itens tiveram excelente aceitação dos consumidores”, afirma Noznica.

Para Hélio da Silva, diretor comercial da Native, um dos pontos altos da ProNatura tem sido o contato direto com seu público consumidor. “A criança que prova hoje nosso suco orgânico é um consumidor em potencial”,
avalia Hélio.

Responsável por 60% da produção mundial de açúcar orgânico, a Native lançou durante a feira a primeira embalagem de sucos orgânicos de 200 ml do mercado e anuncia para o próximo verão sua linha de achocolatados.

“Os nossos lançamentos confirmam a ebulição do setor de orgânicos no Brasil”, finaliza o diretor da empresa.

Consolidada como o principal produtor de soja orgânica do País e com 80% da sua produção voltada ao mercado externo, a GaMa destaca em sua participação na feira ProNatura o contato com o consumidor final e o reconhecimento do esforço do trabalho em equipe com o prêmio de melhor campanha em orgânicos concedido durante a feira.

Participaram da comissão julgadora membros de entidades apoiadoras da feira ProNatura 2003. Presente em diversos Estados do Sul, Sudeste e Nordeste, a GaMa reforçou durante esse ano os treinamentos com lojistas e, os seus esforços em distribuição.

Em sua primeira participação na ProNatura, a Herbarium, empresa paranaense há 18 anos no mercado, avalia a experiência como uma boa oportunidade para apresentar seus produtos e conceitos ao consumidor final.

“A divulgação de nossa marca é um dos pontos altos durante a feira”, conta Paulo Nonino, gerente de marketing da Herbarium. Com uma rede própria de 22 distribuidores, a empresa efetivou contatos com representantes de países como Alemanha,Grécia, Japão e Estados Unidos durante a ProNatura 2003.

Para a expositora Bioessência, a qualidade do público da feira merece destaque. “O público consumidor e freqüentador de eventos como a ProNatura tem se apresentado cada mais informado e interessado sobre o segmento de alimentos orgânicos e medicina complementar”, avalia a diretora da empresa, Priscila Dieberger.

Integrante de um grupo de empresas da região da Amazônia coordenados pelo Sebrae-PA, a Juruá analisa com otimismo sua participação na ProNatura. “Durante a feira, fizemos contatos com representantes da China, Grécia, Turquia e Japão”, conta Sônia Gusman, diretora da empresa.

Fonte: Primeira Página Assessoria de Comunicação

  
  

Publicado por em