Protetores solares receberão selo de qualidade de especialistas

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) deu início ao processo de certificação dos protetores solares. A iniciativa é uma das ações da 6ª Campanha de Prevenção ao Câncer de Pele que será lançada no dia 4 de dezembro em todas a capitais e nas principa

  
  

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) deu início ao processo de certificação dos protetores solares. A iniciativa é uma das ações da 6ª Campanha de Prevenção ao Câncer de Pele que será lançada no dia 4 de dezembro em todas a capitais e nas principais cidades do interior . Depois dos protetores solares, a SBD ampliará o programa de certificação para outras categorias da indústria cosmética.

A primeira marca a receber o selo de qualidade foi a Hélioblock da indústria farmacêutica La Roche-Posay. A estimativa da entidade é que no prazo de um ano outras dez marcas cheguem às gôndolas com o selo da entidade.

A SBD apostou nessa iniciativa porque a proteção da pele ainda não é uma prática do brasileiro. Segundo levantamento da sociedade, 69% da população não usa protetor solar. Outra preocupação dos profissionais da área de dermatologia é conter o aumento da incidência do câncer de pele. Segundo o Inca (Instituto Nacional do Câncer) esse é o tipo de neoplasia que mais cresce no país e a cada ano são registrados cerca de 85 mil novos casos.

A medida é facultativa mas, segundo o Dr Marcio Rutowitsch - presidente da SBD, essa é uma tendência de diferenciação num setor que está cada vez mais competitivo e pulverizado.

`O selo funciona como referência para o consumidor. Com tantas ofertas no mercado, o processo de verificação rígido proporciona segurança ao consumidor que optar pelo produto certificado`.

A SBD possui um conselho regulamentador formado por um dermatologista especialista, um auditor industrial (que verificará o processo de fabricação, estoque e distribuição) e um advogado. Para receber o selo, os testes devem constatar que o produto possui um Fator de Proteção Solar (FPS) mínimo de 15, proteção simultânea contra radiação ultravioleta A e B, resistência à água e baixo potencial irritante.

A certificação tem duração de dois anos, mas nesse período técnicos da SBD continuarão colhendo amostras para monitorar o cumprimento dos critérios estabelecidos pela entidade. O Dr Bernardo Gontijo, professor da Universidade Federal de Minas Gerais, é o coordenador do processo de concessão do selo

Campanha :

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) realiza no dia 04 dezembro, das 9h às 15h, a 6a edição da Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer de Pele, que este ano terá como principal alvo as crianças. Serão oferecidos gratuitamente exames completos da pele e orientações sobre os principais cuidados com a exposição solar, prevenção e detecção precoce da doença.

Além disso, casos de diagnóstico positivo serão encaminhados para tratamento ou cirurgia. Serão 165 postos espalhados por todo o país que contarão com o atendimento de cerca de 1.000 dermatologistas voluntários, cadastrados pela SBD. Trata-se da maior campanha de prevenção contra o câncer de pele realizada no Brasil. A expectativa este ano é atender 50 mil pessoas, superando o movimento do ano passado, quando foram atendidas aproximadamente 38 mil pessoas.

A doença atinge mais homens que o câncer de próstata ou de pulmão em muitas capitais do país. E até mesmo as pessoas de pele negra, ao contrário do que se pode pensar, podem desenvolver o câncer de pele.

SERVIÇO:

Para saber onde estarão localizados os postos de atendimento em sua cidade, basta ligar para 0800 773 6271. O interessado deverá digitar o número do CEP de sua residência para localizar o posto mais próximo. Outra opção é acessar o site da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Fonte: Máquina Comunicação Corporativa Integrada.

  
  

Publicado por em