Questões ambientais da Amazônia serão tema de encontro de jornalistas

Estão abertas, até 26 de agosto, as inscrições para o I Encontro Internacional de Jornalismo Ambiental da Amazônia, que se realiza de 4 a 6 de setembro de 2003 em Rio Branco e Xapuri, no estado do Acre, em comemoração ao Dia da Amazônia, celebrado em 5 de

  
  

Estão abertas, até 26 de agosto, as inscrições para o I Encontro Internacional de Jornalismo Ambiental da Amazônia, que se realiza de 4 a 6 de setembro de 2003 em Rio Branco e Xapuri, no estado do Acre, em comemoração ao Dia da Amazônia, celebrado em 5 de setembro.

Com o tema`Amazônia: vários olhares em pauta`, o encontro é uma iniciativa do Sindicato de Jornalistas do Acre - Sinjac e WWF-Brasil, promovido em parceria também com o Banco da Amazônia - BASA, Governo do Estado do Acre e Ministério do Meio Ambiente e com o apoio do Instituto Internacional de Educação do Brasil - IIEB, Prefeitura de Xapuri, Vasp, Empresa Transportes Real Norte e a Fenaj - Federação Nacional de Jornalistas.

O evento visa alertar e capacitar os jornalistas que atuam na grande imprensa para abordar os principais temas ambientais referentes à região que abriga a maior floresta tropical e o rio com o maior volume de água do planeta, discutindo enfoques, identificando problemas e soluções recomendadas, mostrando experiências bem sucedidas e orientando na busca de boas fontes de informação. Veja, abaixo, a programação do evento.

`É fundamental ampliar e melhorar a informação, conscientização e participação da sociedade brasileira, e amazônida em particular, sobre as questões ambientais e de desenvolvimento sustentável e a imprensa desempenha um papel fundamental nesse processo.

O evento reúne cientistas e outros especialistas para apresentar e debater com os jornalistas os temas ambientais relevantes`, explica Luís Meneses,coordenador do Programa Amazônia do WWF-Brasil.

Raimundo Afonso Gomes, presidente do Sinjac, destaca que `a pauta sobre a Amazônia deve partir dos jornalistas que vivenciam a realidade local e, para isso, eles precisam entender melhor as questões ambientais`.

O evento está direcionado para jornalistas profissionais e estudantes de jornalismo de todos os estados amazônicos, assim como para correspondentes da mídia nacional baseados na região amazônica e jornalistas de todo o Brasil interessados na pauta ambiental e amazônica.

Serão também convidados representantes da imprensa dos demais países amazônicos, bem como os correspondentes internacionais no Brasil.

O pagamento da taxa de inscrição no valor de R$100,00 para jornalistas e de R$50,00 reais para estudantes de Comunicação garante hospedagem, alimentação e translados durante os três dias do evento, bem como o desconto nas passagens aéreas.

A taxa deve ser paga através de depósito na conta 115.698-5 do Banco do Brasil, agência 0071-X, em Rio Branco. Jornalistas de veículos interessados na cobertura do evento poderão candidatar-se a um apoio para passagens aéreas.

Programação:

Quinta-feira, 4 de setembro - em Xapuri

9h00 - abertura do evento com a presença da ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, e o governador do Acre, Jorge Viana.

10h00 - Manejo florestal sustentável comunitário ; Nilson Mendes, engenheiro florestal da Associação dos Moradores e Produtores do Projeto Agroextrativista Chico Mendes

13h00 - visita de campo à unidade florestal do Seringal Cachoeira onde é feito o manejo florestal sustentável comunitário.

Sexta-feira, 5 de setembro - em Rio Branco - Hotel Inácio

8h00 -Uso sustentável dos recursos naturais e mercado Garo Batmanian, doutor em Ecologia e presidente do Conselho Diretor do FSC- Brasil ,Luís Meneses, engenheiro agrônomo e coordenador do Programa Amazônia do WWF-Brasil

10h00 - Café

10h30 - Segurança da Amazônia e o Projeto SIVAM-Brigadeiro-do-ar Ramon Borges Cardoso, presidente da Comissão para a Coordenação do Projeto de Sistema de Vigilância da Amazônia - Sivam Francisco José de Britto, repórter do Programa Globo Repórter (TV Globo)

12h30 - Almoço

14h00 - Direito Ambiental e Biopirataria

Juliana Santili, Ministério Público do Distrito Federal-Márcia Pereira, Procuradora do Estado Edvaldo Magalhães, deputado PC do B/AC

Sábado, 6 de setembro - em Rio Branco - Hotel Inácio

08h00 - Unidades de Conservação (parques e reservas sob proteção federal)

Miguel Scarcello, geógrafo e diretor executivo da Associação SOS Amazônia Leandro Ferreira, doutor em Biogeografia do Instituto de Pesquisas Museu Goeldi

10h00 - café

10h30 - Recursos hídricos - gestão das bacias e manejo da pesca Samuel Roiphe Barreto - biólogo e coordenador do Programa de Águas do WWF-Brasil;David McGrath -doutor em Geografia e pesquisador do Instituto de Pesquisas Ambientais da Amazônia - IPAM

12h30 - Almoço e encerramento

Mais informações: (68) 223-7418

Fonte: AssCom.WWF-Brasil

  
  

Publicado por em