?Reciclar Vidro dá Samba? irá gerar renda para a comunidade envolvida

A Abividro já começou a promover uma campanha educacional junto a algumas escolas de samba voltada para os envolvidos na instituição, desde funcionários a dirigentes e visitantes, sobre a necessidade de destinaç&a

  
  

A Abividro já começou a promover uma campanha educacional junto a algumas escolas de samba voltada para os envolvidos na instituição, desde funcionários a dirigentes e visitantes, sobre a necessidade de destinação e correto manejo do material a ser reciclado. Nas sedes das escolas, estão sendo implantados sistemas de coleta seletiva e manuseio, de acordo com as destinações adotadas.

O objetivo do programa é conscientizar e motivar o público de escolas de samba, clubes e blocos de carnaval de rua, a adotarem uma atitude de consumo responsável, praticando a triagem de materiais recicláveis, especificamente o vidro, gerando assim renda para a comunidade envolvida.

A entidade pretende atuar de modo a envolver a comunidade nas questões relacionadas à reciclagem durante todo o ano.

A Rosas de Ouro, em São Paulo, foi a primeira escola de samba a aderir ao programa "Reciclar Vidro Dá Samba" e no primeiro mês de projeto coletou aproximadamente 1 tonelada de caco de vidro. A Abividro pretende atingir as principais escolas de samba, clubes carnavalescos e blocos de carnaval de São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Nordeste ainda este ano.

A reciclagem sempre foi incentivada pela indústria vidreira por significar economia de recursos e preservação do meio-ambiente. O vidro é o material mais propício à reciclagem, pois com um quilo de vidro se faz outro quilo de vidro. Esse resultado é ainda mais favorável do que quando se usa a própria matéria prima, pois com um quilo dos insumos utilizados na fabricação do vidro só se obtém 800 gramas de vidro.

Nos últimos anos, a reciclagem deste material ganhou força com os grandes investimentos feitos pela Abividro para promover e estimular o retorno da embalagem do material descartável como matéria-prima.

Atualmente, há vários projetos de reciclagem desenvolvidos pela Abividro junto a diversas prefeituras brasileiras, bem como a bares e restaurantes de algumas capitais do país.

A Abividro participou de dezenas de eventos visando ampliar o índice de reuso do vidro, que chegou ao final do ano a 45%. Um feito significativo, já que dos 5 mil municípios brasileiros, apenas 327 apresentam algum tipo de programa de coleta seletiva de vidro.

Em todos esses trabalhos, a Abividro se responsabiliza pelo estudo, desenvolvimento e acompanhamento de programas de estímulo à reciclagem, sempre os adequando às características de cada região.

Fonte: Profession Comunicações

Del Valle Editoria

Contato: vininha@vininha.com

Site: www.animalivre.com.br

  
  

Publicado por em