Baterias de celular serão recicladas em centro de pesquisa

O Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações de Campinas (CPqD) e a empresa coreana LG, apontada como uma das principais fabricantes de aparelhos celulares do mundo, firmaram convênio visando desenvolver uma tecnologia para a reciclagem das

  
  

O Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações de Campinas (CPqD) e a empresa coreana LG, apontada como uma das principais fabricantes de aparelhos celulares do mundo, firmaram convênio visando desenvolver uma tecnologia para a reciclagem das baterias de lithium íon, hoje, as mais empregadas nos novos aparelhos celulares disponíveis no mercado nacional.

A é viabilizada com recursos da Lei de Informática. Ainda não se sabe ao certo os efeitos nocivos desse produto no meio ambiente, mas a quantidade descartada todos os anos só no Brasil não é nada desprezível.

Estima-se que de 10 a 20% dos quase 45 milhões de aparelhos celulares que circulam hoje no país sejam descartados todos os anos e suas baterias, via de regra, vão direto para o lixo sem qualquer cuidado especial.

Desde a década de 80, o CPqD é um centro de referência em estudos e avaliações de baterias recarregáveis para uso em telecomunicações. O Centro tem o maior laboratório de baterias da América Latina e do mundo.

Fonte: Agência Brasil


  
  

Publicado por em