Cempre apresentou modelo de reciclagem de lixo ao governador do Mato Grosso

Em audiência na quarta-feira (16/7), no Palácio Paiaguás, técnicos da organização Cempre (Compromisso Empresarial para Reciclagem) apresentaram ao governador Blairo Maggi e a secretários de Estado um trabalho sobre a reciclagem seletiva que hoje é feita e

  
  

Em audiência na quarta-feira (16/7), no Palácio Paiaguás, técnicos da organização Cempre (Compromisso Empresarial para Reciclagem) apresentaram ao governador Blairo Maggi e a secretários de Estado um trabalho sobre a reciclagem seletiva que hoje é feita em 192 Municípios brasileiros.

A Cempre reúne 18 grandes empresas do País, entre elas, Ambev, CSN, Alcoa e Coca-Cola.O diretor-executivo André Vilhena explicou que o trabalho da organização é o de difundir informações obtidas por meio de pesquisa. A Cempre se colocou à disposição do Governo do Estado para colaborar com projetos viáveis de serem implantados nos Municípios.

De acordo com Vilhena, por dia, são produzidas no País 140 mil toneladas de resíduos sólidos urbanos. Desse total, 60% correspondem a material orgânico, e a maior parte vai para os lixões.

A coleta seletiva de lixo, além de evitar desperdício, poluição visual e contaminação dos lençóis freáticos, pode significar rendimentos médios de dois salários mínimos para os catadores.

Hoje, 28% dos Municípios não possuem coleta de lixo no País e o resultado é que o exército de catadores de lixo e de pessoas que trabalham com a coleta seletiva está aumentando e já chega a 500 catadores.

O custo, para fazer a coleta seletiva, de porta a porta, é de 70 dólares por tonelada. Um valor considerado elevado e que, para ser viabilizado, depende de parcerias. Mas Vilhena disse que existem outras alternativas. Num estágio inicial, pode se trabalhar com cooperativas de catadores, com entrega voluntária.

“Num primeiro momento, o custo será menor e com o passar do tempo deve se buscar a otimização do processo aumentando o material coletado diminuindo os custos”, disse ele.

Fonte: ICV

  
  

Publicado por em

José Carneiro Leite

José Carneiro Leite

15/03/2012 14:25:44
Acho muitissimo interessante a coleta seletiva de lixo, sobre todos os os aspectos. Sou ambientalista e trabalho no sistema prisional do Estado do Maranhão e gostaria de fazer parceria com essa pretigiosa ONG, no sentido de reciclarmos 5000(cinco mil) marmitex (25Kg)de alumínio/dia jogado fora sem nenhum tratamento.

Rosa

Rosa

23/08/2010 17:58:25
Temos objetivo de implantar uma Usina de Reciclagem e seleção de lixo em Boa Vista Roraima, que é um Municipio de aproximadamente 250 a 260 mil habitantes.Pois aqui ainda não existe.Gostaria se possível ajuda em modelo de projeto nesse sentido.
Agradeço antecipamente e aguardo resposta

Werner bazilio

Werner bazilio

10/06/2010 17:52:24
Suzana,

Boa tarde,

Basta consultar o site: www.comunidadebancodoplaneta.com.br e pesquisar como Projeto Lixo Zero,todas as nossas ações estão divulgadas com fotos de todo o processo de reciclagem.

Suzana

Suzana

12/05/2010 23:58:21
Sou de uma Cooperativa e temos que fazer um projeto piloto. Daria para vocês mandarem um rascunho para mim?

Muito obrigada.

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

O EcoViagem é um veículo de comunicação no qual não possui relação com seus anunciantes. Caso queira mais informações gentileza, entrar em contato com ICV. Agradecemos o comentário Equipe EcoViagem
Werner bazilio

Werner bazilio

29/05/2009 15:48:07
Este projeto de Coleta Seletiva porta a porta é simplismente genial,em nossa casa geramos apenas 2 kilos de lixo comum Não RECICLÁVEL devido esta prática ambiental e somos modelo em gestão ambiental e projeto piloto na reciclagem total.

Dailor Annoni

Dailor Annoni

02/03/2009 15:01:40
Temos a intenção de implantar uma usina de reciclagem seletiva no Municipio de Santa Terezinha. Gostaríamos de obter umas informações de como devemos proceder inicialmente. Se os Srs. tem um modelo de projeto para implantação.

Equipe EcoViagem

Equipe EcoViagem

Olá Dailor, O Portal EcoViagem é um veículo de comunicação ao qual não tem vínculo com as empresas anunciantes. Para obter as informações necessárias, contate diretamente a empresa anunciante. Agradecemos seu contato. Portal EcoViagem