Fundação Banco do Brasil distribuiu kits incentivando a reciclagem de lixo

Vinte e uma cidades mato-grossenses já estão de posse do kit com informações sobre gerenciamento integrado de resíduos sólidos e constituição de cooperativas de catadores elaborado pela equipe do Programa Bioconsciência, da Fundação Banco do Brasil, em pa

  
  

Vinte e uma cidades mato-grossenses já estão de posse do kit com informações sobre gerenciamento integrado de resíduos sólidos e constituição de cooperativas de catadores elaborado pela equipe do Programa Bioconsciência, da Fundação Banco do Brasil, em parceria com diversas entidades.

A distribuição foi feita no início do mês de junho para: Alta Floresta, Aripuanã, Barra do Bugres, Barra do Garças, Cáceres, Colíder, Confresa, Guarantã do Norte, Jaciara, Juara, Juína, Mirassol D`Oeste, Poconé, Pontes e Lacerda, Poxoréo, Primavera do Leste, Sinop, Sorriso, Tangará da Serra, Peixoto de Azevedo e São José dos Quatro Marcos.

O objetivo dos kits é estimular a coleta seletiva e a reciclagem de lixo em todo o país. Por isso a distribuição do material é para todas as 5.561 prefeituras brasileiras.
O kit traz uma apresentação do Programa Bioconsciência, iniciativa da Fundação Banco do Brasil que tem como objetivo disseminar práticas ambientais responsáveis, unindo o uso racional e a reutilização dos recursos naturais.

Também contém um guia que explica como se criar cooperativas de catadores; informações sobre coleta seletiva de lixo; um manual de gerenciamento integrado do lixo municipal e uma fita VHS sobre resíduos sólidos urbanos.

Os primeiros kits foram entregues para municípios com população entre 20 mil e 120 mil habitantes. Estes, por sua vez, têm como pleitear recursos do FNMA - Fundo Nacional de Meio Ambiente para a implementação de programas de gestão de resíduos sólidos já que estão cientes de como gerir os resíduos sólidos de seu município.

Numa próxima etapa, a Fundação Banco do Brasil vai realizar uma pesquisa de análise do mercado de reciclagem e auxiliar os prefeitos que se mostrarem interessados em implantar a coleta seletiva.

Bio Consciência :

Este programa busca mostrar aos gestores públicos e à sociedade em geral os benefícios que a coleta seletiva traz. Entre eles: o aumento da vida útil dos aterros sanitários com a coleta; a diminuição da contaminação do solo; agregação de valor a resíduos que seriam descartados e regate da cidadania das pessoas.

O Brasil produz cerca de 140 mil toneladas de lixo diariamente. A maior parte dele (60%) tem origem no descarte de residências e comércio. É no meio desses resíduos que cerca de 500 mil brasileiros retiram o seu sustento. É também por gerar trabalho e renda que, como apoio ao Programa Fome Zero, a Fundação Banco do Brasil auxilia na constituição de cooperativas e associações de catadores.

Fonte: Estação Vida

  
  

Publicado por em

George Dantas

George Dantas

10/11/2008 11:56:33
Na verdade ñ vou deixar critica ou oplnoão, pois na realidade preciso saber se a instituição BB tem algum tipo de finaciamento para adiguirir equipamentos.
Sou um comprador de produto reciclaveis a 8 anos e gostaria muito de ser uma empresa mas atuante alem de ser um correntista dessa instituição finaceira.
Atenciosamente George Dantas