Reciclagem de garrafa Pet pode ser obrigatória

A Câmara estuda a possibilidade de exigir que 50% das embalagens tipo pet, utilizadas para o acondicionamento de refrigerantes, sejam recicladas. A obrigação é tema do Projeto de Lei 1980/03, de autoria do deputado Reinaldo Betão (PL-RJ). De acordo com

  
  

A Câmara estuda a possibilidade de exigir que 50% das embalagens tipo pet, utilizadas para o acondicionamento de refrigerantes, sejam recicladas. A obrigação é tema do Projeto de Lei 1980/03, de autoria do deputado Reinaldo Betão (PL-RJ).

De acordo com o autor, a proposta pretende disciplinar o emprego de recursos naturais não-renováveis utilizados na fabricação das embalagens plásticas.

`A conscientização da sociedade sobre a importância de reaproveitamento de produtos recicláveis vai impedir a escassez dos recursos naturais`, assegura Betão.

TRAMITAÇÃO

O projeto tramita em conjunto com o PL 203/91, do Senado Federal, que trata da coleta, tratamento e destinação dos resíduos de serviços de saúde. À proposta do Senado estão apensadas outras 52 proposições com tema semelhante. Todos os projetos serão avaliados por uma comissão especial. 1,5

BILHÃO RECICLADO

De acordo com a Associação Brasileira dos Fabricantes de Embalagens Pet, em 2000, foram recicladas 67 mil toneladas do produto, ou cerca de 1,5 bilhão de garrafas. Desse total, segundo a associação, 41% é reutilizado pela indústria têxtil para a produção de fibras de poliéster. O restante vira cerdas de vassoura, cordas, caixas de ovos e até calotas e carpetes de carro.

Fonte: Agência Câmara

  
  

Publicado por em

Hana Rebeca

Hana Rebeca

23/10/2009 10:42:23
É uma iniciativa louvável. O exercicio deste projeto em formato de lei ajudará a exigir de todos os cidadãos uma atitude de preservação e restauração do nosso planeta,tendo em vista que os materias plasticos levam grande quantidade de anos para se decompor.
Como educadores e cidadãos devemos informar, intervir e contribuir com todo e qualquer movimento em prol da melhoria do nosso planeta.

Julia

Julia

25/11/2008 15:30:05
bem, acho bem melhor assim