Seminário discute soluções para geração de resíduos

BELO HORIZONTE - Na abertura do seminário `Resíduos: Qual a sua Responsabilidade`, nesta quarta-feira (13), o secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, José Carlos Carvalho, destacou a necessid

  
  

BELO HORIZONTE - Na abertura do seminário `Resíduos: Qual a sua Responsabilidade"`, nesta quarta-feira (13), o secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, José Carlos Carvalho, destacou a necessidade urgente de adoção, pela sociedade, de novos padrões de consumo.

"A maioria das pessoas está preocupada com as questões ambientais, mas ainda não sabe o que fazer na prática", afirmou Carvalho a uma platéia de cerca de 200 pessoas presentes no auditório Hugo Werneck, no Centro Mineiro de Referência em Resíduos, inaugurado nesta terça-feira (12), em Belo Horizonte.

O secretário observou que todos são responsáveis pela geração de resíduos e, consequentemente, pela sua destinação. "A mudança de comportamento de todos os cidadãos é essencial para que as propostas para redução da geração de resíduos sejam eficazes", afirmou.

José Carlos Carvalho destacou a importância da criação do CMRR como local de convergência de idéias e propostas para resolução da questão. "Este seminário é uma das principais funções do Centro: a discussão dos problemas decorrentes da geração de resíduos", ressaltou.

Propostas

Na primeira palestra do Seminário, o consultor Thilo Schmidt, da agência de Cooperação Técnica Alemã Deutsche Gesellschaft für Technische Zusammenarbeit GmbH (GTZ), apresentou algumas das propostas aplicadas na Alemanha para destinação adequada de resíduos.

Para Thilo Schmidt, a responsabilidade pelos resíduos sólidos deve ser estendida a todos numa `Política Integrada de Produtos`, estratégia que vem sendo adotada pela União Européia. "Os governos têm que criar os mecanismos legais, as empresas devem buscar produtos duráveis e recicláveis e o consumidor deve se adaptar a um padrão sustentável de consumo", afirmou.

O consultor destacou que é necessário, ao se enfocar a questão dos resíduos sólidos, não se restringir à destinação final, mas se pensar desde a origem dos produtos. "Evitar a produção de resíduos é a melhor forma de gestão ambiental de resíduos", destacou. "As empresas são responsáveis pela busca de alternativas que permitam uma gestão eficiente", completou.

Thilo Schmidt apontou as dificuldades que as empresas européias vêm experimentando para adotar uma gestão eficaz de seus resíduos. "A evolução tecnológica reduz a vida útil de diversos produtos como aconteceu na transformação dos discos de vinil em CDs e, mais recentemente, com a introdução da televisão de plasma e do telefone celular", afirmou.

O consultor destacou a meta do país para destinação de resíduos: "até 2020, todo o resíduo sólido urbano na Alemanha será reaproveitado de maneira adequada". Schmidt ressaltou que as medidas adotadas na Europa não se aplicam exatamente no Brasil, mas podem servir de base. "Não existe uma receita pronta para resolução do problemas, mas a comparação sempre gera alternativas técnicas", afirmou.

O seminário `Resíduos: Qual a sua Responsabilidade"` vai até esta quinta-feira (14). Confira a programação no site www.cmrr.mg.gov.br.

Fonte: Agência Brasileira de Notícias

  
  

Publicado por em