Rio de Janeiro sediará o III Encontro Verde das Américas

Onze anos depois de sediar a Eco 92, o Rio de Janeiro será palco do III Encontro Verde das Américas (Conferência das Américas para o Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável), marcado para os dias 8 a 11 de setembro, nos auditórios do BNDES - Banco Nac

  
  

Onze anos depois de sediar a Eco 92, o Rio de Janeiro será palco do III Encontro Verde das Américas (Conferência das Américas para o Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável), marcado para os dias 8 a 11 de setembro, nos auditórios do BNDES - Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.

Durante quatro dias, especialistas e lideranças ambientais de vários países debaterão o equilíbrio sócio-ambiental e a melhoria da qualidade de vida das Américas e do mundo.

Na pauta, temas importantes como mudanças climáticas, biotecnologia, saneamento ambiental urbano, energia nuclear, fontes alternativas de energia, emissão de gases poluentes, seqüestro de carbono, recursos hídricos e preservação de florestas, entre outros.

O encontro retomará a discussão sobre a criação da Corte Verde Internacional, que funcionará como um fórum permanente para auxiliar na solução de problemas ambientais verificados em qualquer parte do mundo; analisando, discutindo e deliberando sobre fatos e ocorrências que coloquem em perigo o equilíbrio sócio-ambiental do planeta.

Lançada durante o II Encontro Verde da Américas, realizado no ano passado, em Belo Horizonte (MG), a proposta também prevê a criação de um sistema internacional de informações para contribuir na formulação da política ambiental dos países e demais órgãos governamentais e não governamentais.

Prefeituras, universidades, empresas e organismos nacionais e internacionais apresentarão projetos e experiências bem sucedidas nas áreas de gestão ambiental e técnicas sustentáveis de desenvolvimento capazes de conciliar o desenvolvimento com a preservação dos recursos naturais. Os projetos serão expostos na galeria de idéias e publicados nos anais do evento.

O III Encontro também será palco da cerimônia de entrega do Prêmio Verde das Américas que homenageará uma personalidade ou instituição em cada uma das seguintes categorias: desenvolvimento sustentável, florestas, biodiversidade, recursos hídricos, uso e conservação do solo, gestão ambiental urbana, combate à poluição atmosférica, jornalismo, biotecnologia, mudanças climáticas e educação ambiental.

Os resultados das palestras, seminários e debates serão consolidados na Carta Verde das Américas, documento único que reunirá os principais resultados e reivindicações da Conferência. A Carta será encaminhada ao secretário geral da ONU - Organização das Nações Unidas e a autoridades de mais de 130 países.

O III Encontro Verde das Américas conta com apoio da Organização das Nações Unidas, OEA - Organização dos Estados Americanos, de vários Ministérios do governo brasileiro e de instituições nacionais e internacionais de defesa do meio ambiente.

Fonte: Agência Brasil

  
  

Publicado por em