Santa Catarina criou comitê para Conferência Nacional de Meio Ambiente

O MMA - Ministério do Meio Ambiente promoveu na sexta-feira (16/5), em Florianópolis (SC), um encontro com organizações governamentais e não-governamentais para formação do Comitê Organizador Estadual da 1ª Conferência Nacional do Meio Ambiente. A reuniã

  
  

O MMA - Ministério do Meio Ambiente promoveu na sexta-feira (16/5), em Florianópolis (SC), um encontro com organizações governamentais e não-governamentais para formação do Comitê Organizador Estadual da 1ª Conferência Nacional do Meio Ambiente. A reunião foi na sede do Ibama-SC (AV. Mauro Ramos, 1113- Centro).

Desde quarta-feira (14/5), o coordenador-executivo da Conferência, Eugênio Spengler, esteve na capital catarinense apresentando os principais objetivos e esclarecendo dúvidas sobre o funcionamento da Conferência e como o comitê estadual vai contribuir para o debate nacional.

Depois de formado, o comitê se torna responsável pela realização das pré-conferências que têm a finalidade de ampliar e aprimorar a participação popular na definição das políticas públicas ambientais.

"Com esse amplo debate, será possível qualificar e aumentar a base social de sustentação para as políticas ambientais em nosso país", explica Spengler.

Até o momento, já foram criados Comitês Organizadores no Rio Grande do Sul, no Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Fortaleza e Rio de Janeiro. Conferência Nacional de Meio AmbienteA 1ª Conferência Nacional de Meio Ambiente será um grande debate sobre a Política Nacional de Meio Ambiente, com o objetivo de estabelecer diretrizes para a consolidação do SISNAMA - Sistema Nacional de Meio Ambiente.Participam da Conferência delegados e suplentes estaduais, em uma proporção de um para cada 25 participantes.

Ao todo, haverá 26 encontros estaduais e um no Distrito Federal. Serão eleitos delegados para cada Estado. Membros efetivos do CONAMA - Conselho Nacional do Meio Ambiente e do CNRH - Conselho Nacional de Recursos Hídricos têm participação garantida na Conferência Nacional.

O lançamento oficial da Conferência Nacional será na Semana do Meio Ambiente, em junho. Setores envolvidos:- Governo Federal;- Governos Estaduais e Distrito Federal;- Judiciário e Ministério Público;- Legislativos Federal, Estaduais e Municipais;- Governos Municipais;- Indústria, comércio e serviços;- Agricultura, pecuária e pesca;- ONGs ambientalistas;- Universidades, educadores e Centros de Pesquisas;- Conselhos profissionais e Associações técnico-científicas;- Sindicatos de Trabalhadores;- Povos Indígenas;- Comunidades tradicionais, economia extrativista e socioeconomia solidária.

Fonte: AssCom MMA

  
  

Publicado por em