Energy Observer, o primeiro catamarã experimental de multi-energia

Testara as últimas e mais inovadoras tecnologias de energia limpa enquanto navega pelos mares e durantes as 101 paradas ao redor do mundo.

  
  
O navio será totalmente autossuficiente em questões energéticas graças ao uso de uma cadeia de hidrogênio completa que pela primeira vez tem incluído em sua composição células de combustível e sistemas de eletrólise renováveis

Na ocasião da COP 21, a conferência de mudança climática das Nações Unidas, a AccorHotels, líder em operação hoteleira, anunciou a assinatura de um contrato de parceria com o “Energy Observer”.

Este catamarã experimental de multi-energia esta sendo desenvolvido por dois homens apaixonados pelo mar em colaboração com a Comissão Francesa de Energia Atômica Alternativa (CEA). O Grupo pretende posicionar seus hotéis a respeito da transição energética.

O chairman e CEO da AccorHotels, Sebastien Bazin declarou, “nossa parceria com o Eneregy Observer reflete nosso desejo, como uma construtora e operadora sustentável de hotéis, de estimular uma abordagem virtuosa de longo prazo. Esta é notavelmente a missão do HotelInvest, a divisão que cuida dos nossos ativos permanentes da AccorHotels. Ela constrói, coordena e melhora o valor das nossas construções da melhor e mais durável maneira sem deixar de respeitar o meio ambiente.

Por exemplo, nós estamos trabalhando para reduzir as pegadas ecológicas dos nossos hotéis durante o ciclo de vida dos mesmos, e que tem início fazendo as nossas construções mais energeticamente eficientes desde o momento da sua construção”.

Uma expedição para a transição energética.

O “Energy Observer”, que esta atualmente sendo construído em Saint Malo, é um barco revolucionário com a intenção de ser um laboratório ao ar livre. O navio será totalmente autossuficiente em questões energéticas graças ao uso de uma cadeia de hidrogênio completa que pela primeira vez tem incluído em sua composição células de combustível e sistemas de eletrólise renováveis (poder do vento, painéis solares ou geradores hídricos).

A AccorHotels e a CEA irão reproduzir esta tecnologia em estabelecimentos piloto para testá-los no ambiente hoteleiro com a visão de posteriormente implementar a tecnologia de forma mais ampla.

O “Energy Observer” será batizado em Paris 2016 antes de embarcar na sua viagem de volta ao mundo passando por 50 países, com 101 paradas e 2.000 dias de viagem. Em uma exclusiva para a COP 21, um modelo do navio estará em exibição nos dias 4 e 5 de dezembro no Le Bourget no stand do “Institut National de l’Énergie Solaire (instituto nacional francês de energia solar) – Galerie des Solutions – Stand F45.

Como parte desta colaboração, as equipes técnicas do HotelInvest, a divisão que cuida dos nossos ativos permanentes da AccorHotels, irão trabalhar com os cientistas da CEA, Victorien Erussard e Frederic Dahirel.

A missão do time “Energy Observer” será testar as últimas e mais inovadoras tecnologias de energia limpa enquanto navega pelos mares e durantes as 101 paradas ao redor do mundo.

Florence Lambert, Diretor da CEA tech’s liten institute explica, “Linte, uma grande das grandes players de transição energética, é a natural parceira tecnológica para esta aventura humana e vai demonstrar todo o potencial das energias renováveis”.

Victorien Erussard, Observador de energia e coordenador do projeto adiciona, “começando no próximo ano, nós iremos cruzar os mares do mundo. Um grupo multidisciplinar de mulheres e homens – cientistas, engenheiros e artistas de todos os caminhos da vida, vão estar a bordo do “Energy Observer”, e juntos nós iremos navegar para conhecer pessoas de todo o mundo que estão desenvolvendo e utilizando soluções inovadoras que respeitam o planeta.

Nosso objetivo é reunir todas essas energias e transformá-las em uma força que terá poder suficiente para convencer diversos tomadores de decisão que agora é a hora de agir e se comprometer com a terceira revolução industrial: a das energias renováveis”.

A AccorHotels tem se comprometido com o crescimento sustentável durante 20 anos por meio do programa planet 21. Desde 2011, o grupo reduziu o consumo de energia e a emissão de CO² em seu portfólio de hotéis gerenciados, próprios e franqueados em 4,5% e 3,8% respectivamente. Este ano, a HotelInvest reforçou o seu comprometimento com construções sustentáveis, sempre optando por hotéis com certificados baseados em padrões ambientais e de energia (HQE, LEED,BREEAM,DGNB)

Visite www.revistaecotour.tur.br

Fonte Edelman Significa

  
  

Publicado por em