Estudantes da FEI são premiados ao sugerirem geração de energia nas catracas do metrô

O concurso reuniu cerca de 800 estudantes de mais de 20 instituições de ensino superior

  
  

Aproveitar a circulação das pessoas que passam nas catracas do metrô e dos trens para transformar esse movimento em eletricidade com o uso de gerador de energia limpa foi a ideia dos alunos do Centro Universitário da FEI (Fundação Educacional Inaciana) vencedora do concurso EDP University Challenge 2010.

O concurso foi promovido pela primeira vez no Brasil pela EDP, uma das maiores empresas europeias do setor de energia e a quarta maior do Brasil.

Os alunos da FEI foram premiados com uma bolsa de estudos no valor de R$ 15 mil e um estágio de três meses na sede da EDP no Brasil, com possibilidade de intercâmbio na Europa. A professora do curso de Administração da FEI Melby Huertas, orientadora do projeto, recebeu prêmio no valor de R$ 7 mil.

O concurso reuniu cerca de 800 estudantes de mais de 20 instituições de ensino superior. A entrega do prêmio aconteceu no último dia 15 na sede da empresa EDP, localizada no Itaim Bibi, em São Paulo.

Para participar do concurso, os estudantes tiveram que elaborar um plano de marketing. Mas o grupo da FEI, formado pelos alunos Renato Gois Figueiredo, Lucas Rodrigues Lamas e Tatiana da Silva, todos do 3º semestre do curso de Administração, foi além e criou também um plano de comunicação integrada de marketing, diferencial que contribuiu para a conquista do prêmio.

Os alunos sugeriram o uso de geradores elétricos acoplados nas catracas do metrô e de trens. A escolha por esses locais se deu pelo fato de serem de intenso movimento de pessoas.

“Assim como a água passa pelas turbinas de uma hidrelétrica gerando energia, as pessoas passarão pelas catracas e portas giratórias e terão os seus movimentos transformados em eletricidade. É algo simples e eficiente e que utiliza fonte de energia limpa, o que torna menos dependente o uso de fontes externas de energia”, explica Renato.

Após identificar o interesse da empresa em associar a marca EDP ao conceito de geração de energia limpa, os alunos da FEI desenvolveram um plano de comunicação integrada de marketing que integrasse a alegação feita na mensagem com ações concretas. A mensagem criada pelo grupo da FEI foi EDP, energia limpa. Bom para o planeta, melhor para você.

“A nossa intenção é conscientizar todos os públicos que a empresa reconhece a importância da energia limpa e associar esse conceito à marca EDP. Uma das vantagens do uso da energia limpa é ficar mais independente das fontes externas de energia”, destaca o estudante Renato Gois Figueiredo.

“Este tipo de premiação mostra a alta qualidade do curso de Administração da FEI, bem como a capacidade dos nossos alunos para o desenvolvimento de projetos criativos e inovadores”, destaca o coordenador do curso de Administração da FEI, Edmilson Alves de Moraes.

Curso pioneiro:

Criado em 1941, nos moldes da Graduate School of Business Administration, da Universidade de Harvard, Estados Unidos, o curso de Administração FEI foi o primeiro de nível superior a funcionar no País. É ministrado nos campi São Bernardo (noturno) e Liberdade (matutino e noturno), com duração de oito semestres.

Com uma estrutura curricular especialmente direcionada às necessidades e tendências de mercado, o curso objetiva a formação de profissionais – executivos, empresários e consultores – capazes de gerir desde uma pequena unidade de negócios até um conglomerado de empresas.

Fonte: Maria do Socorro Diogo

Visite: www.revistaecotour.com.br

  
  

Publicado por em