Ursos polares podem desaparecer em 20 anos, diz WWF

As mudanças climáticas podem chegar a um nível perigoso em 20 anos se nada for feito para impedir o aquecimento global, segundo um estudo do grupo ambientalista Fundo Mundial para a Natureza (WWF, na sigla em inglês). Se continuar no ritmo de agora, a

  
  

As mudanças climáticas podem chegar a um nível perigoso em 20 anos se nada for feito para impedir o aquecimento global, segundo um estudo do grupo ambientalista Fundo Mundial para a Natureza (WWF, na sigla em inglês).

Se continuar no ritmo de agora, a Terra estará 2ºC acima dos níveis pré-industriais entre os anos de 2026 e 2060, diz a pesquisa de Mark New, da Universidade de Oxford.

As temperaturas no Ártico podem aumentar em até três vezes com base nesse número, diz ele, o que levaria ao derretimento de geleiras e ao fim da vegetação de tundra, causando a morte de ursos polares e outros animais.

`O que acontece com o modelo de clima global é que o aquecimento devido ao efeito estufa vai reduzir a quantidade de neve e superfícies de gelo no Ártico, o que por sua vez vai produzir um aquecimento maior devido à maior quantidade de radiação solar absorvida pela terra e pelo oceano`, diz ele. Gelo e neve refletem mais radiação solar para o espaço do que superfícies não congeladas.

De acordo com a WWF, o derretimento do gelo durante o verão ocorre a uma taxa de 9,6% por década, o que pode causar um eventual desaparecimento de gelo durante os meses de verão.

Além disso, a vegetação boreal vai se expandir mais ao norte, substituindo cerca de 60% da vegetação de tundra, ambiente vital para a reprodução de muitos pássaros.

`Se não agirmos imediatamente, o Ártico logo se tornará irreconhecível`, diz Catarina Cardoso, diretora de mudanças climáticas da WWF na Grã-Bretanha. `Ursos polares serão considerados história, um animal que nossos netos só conhecerão por livros`, afirma.

Fonte: BBC Brasil

  
  

Publicado por em