USP promove simpósio internacional sobre proteção contra descargas atmosféricas

Estima-se que, no Brasil, os raios sejam responsáveis, todo ano, por algo em torno de 100 mortes e por prejuízos da ordem de várias centenas de milhões de dólares. Este será um dos temas discutidos na nona edi&cce

  
  

Estima-se que, no Brasil, os raios sejam responsáveis, todo ano, por algo em torno de 100 mortes e por prejuízos da ordem de várias centenas de milhões de dólares. Este será um dos temas discutidos na nona edição do Simpósio Internacional de Proteção contra Descargas Atmosféricas – SIPDA, evento promovido pelo Instituto de Eletrotécnica e Energia (IEE) da Universidade de São Paulo, entre os dias 26 e 30 de novembro, na cidade de Foz do Iguaçu, no Paraná.

O SIPDA é um evento bianual de natureza técnico-científica, que tem como principais objetivos contribuir para a discussão e difusão das inovações tecnológicas relativas à proteção contra descargas atmosféricas, aterramento e técnicas de modelagem e de medição.

Desde a sua primeira edição, em 1988, o SIPDA, pioneiro na América Latina, é um referencial para os profissionais e pesquisadores do setor, além de propiciar o intercâmbio de informações e experiências entre pesquisadores do Brasil e do exterior nas mais diversas áreas relacionadas ao tema.

“O Brasil tem desenvolvido trabalhos relevantes nessa área e alguns grupos de pesquisa contam com reconhecimento internacional em função dos resultados alcançados na busca de soluções para os problemas causados pelas descargas”, ressalta o professor Alexandre Piantini, do Programa Interunidades de Pós-Graduação em Energia da USP, coordenador geral do simpósio e do Centro de Estudos em Descargas Atmosféricas e Alta Tensão (CENDAT/USP).

Este ano, a programação do SIPDA inclui a apresentação de 98 trabalhos de pesquisadores de 23 países, além de dez palestras, que serão ministradas por professores e pesquisadores de renome internacional, que abordarão temas referentes ao fenômeno e à caracterização das descargas, aos avanços nas técnicas de detecção e localização e aos métodos de proteção contra seus efeitos, à luz das mais recentes pesquisas conduzidas em todo o mundo.

A questão da proteção de estruturas e instalações, como os efeitos das descargas nos sistemas elétricos e de telecomunicações, o impacto das descargas na qualidade de energia e nas interrupções de fornecimento e a proteção de equipamentos sensíveis também serão objetos de discussão.

A programação completa está disponível no site www.iee.usp.br/sipda.

Mais informações podem ser obtidas através do e-mail sipda@iee.usp.br ou do telefone (11) 3091-2579.

Fonte: USP

Del Valle Editoria

Contato: vininha@vininha.com

Site: www.animalivre.com.br

  
  

Publicado por em