Vídeos sobre comércio justo entram no ar em março

A partir do dia 5 de março, serão veiculados no Canal Futura e na TV Globo vídeos com casos de sucesso de produtores que atuam dentro dos princípios do comércio justo e solidário == Regina Xeyla Divulga&cced

  
  

A partir do dia 5 de março, serão veiculados no Canal Futura e na TV Globo vídeos com casos de sucesso de produtores que atuam dentro dos princípios do comércio justo e solidário ==

Regina Xeyla

Divulgação

Série de vídeos vai apresentar 30 casos reais

Brasília - Começam a ser veiculados, a partir da próxima segunda-feira (5), os vídeos da 'Série Comércio Justo e Solidário'. A iniciativa é uma parceria do Sebrae com o Canal Futura e o Fórum de Articulação do Comércio Ético e Solidário (Faces do Brasil). Inédita no Brasil, a série apresenta mais de 30 casos reais de produtores e empresas que atuam dentro dos princípios e critérios de comercialização e consumo justos e solidários no País, além da opinião do público consumidor.

Os vídeos apresentarão o conceito e a prática do Comércio Justo a milhares de produtores, consumidores e produtores brasileiros e também deverão facilitar o trabalho de multiplicadores da metodologia junto a produtores, compradores e entidades afins, como escolas e órgãos públicos. A cada programa será apresentada uma história diferente.

No primeiro programa, os telespectadores conhecerão duas histórias exemplares de Comércio Justo Internacional: o café de Poço Fundo, em Minas Gerais, por meio da Cooperativa de Agricultores Familiares de Poço Fundo (Coopfam); e o suco de laranja de Itápolis, com a Cooperativa dos Agropecuaristas Solidários de Itápolis (Coagrosol).

O diretor-técnico do Sebrae Nacional, Luiz Carlos Barboza, explica que através do comércio justo e solidário, o Sebrae tem procurado promover às micro e pequenas empresas um conhecimento justo e equilibrado com relação as grandes empresas e os grandes compradores.

“O importante do comércio justo é que os resultados são distribuídos de forma justa ao longo de toda a cadeia produtiva. O pequeno produtor, artesão recebe um preço justo por seu trabalho. Os resultados não ficam concentrados apenas nas mãos dos compradores finais. E é por isso que o Sebrae vai continuar investindo, não só em cooperativas, linhas de crédito, entre outros, como também no comércio justo e solidário”, explica Barboza.

No total, serão dez vídeos de 30 minutos cada, a serem veiculados pelo Canal Futura, no período de 5 de março a 7 de maio, durante as segundas-feiras, nos horários de 6h30 da manhã e 11h30, e reprise aos sábados, às 12h30. O Canal Futura pode ser visto através das tevês por assinatura: Sky - canal 37; NET - canal 32; DirectTV - canal 163; parabólica - polarização vertical 20; e afiliadas do Canal Futura.

Os vídeos também serão veiculados, no período de 17 de março a 19 de maio, aos sábados, sempre às 6h20 da manhã, na faixa Globo Educação, veiculado no canal aberto da TV Globo.

De acordo com a gerente da Unidade de Acesso a Mercados do Sebrae Nacional, Raissa Rossiter, os vídeos têm como objetivo sensibilizar quem produz, quem compra e quem consome produtos do comércio justo e solidário.

“Com esses vídeos pretendemos atingir três públicos, que são os pequenos produtores brasileiros, tantos os apoiados pelo Sebrae, quanto os que ainda não conhecem esse mecanismo de inclusão econômica, que é o comércio justo e solidário. Em seguida têm os consumidores, que são pessoas importantes nesse processo. Queremos sensibilizá-los a utilizar produtos e serviços oriundos de práticas mais responsáveis, criando uma nova consciência e incentivando a prática dessa filosofia. E, por fim, sensibilizar e trazer mais esclarecimento para os canais de comercialização”, explica.

Desenvolvimento sustentável

Comércio Justo é um sistema adotado mundialmente para garantir melhores condições de troca para produtores em desvantagem comercial e que valoriza produtos feitos dentro de princípios como respeito ao meio ambiente, condições dignas de trabalho e inclusão social.

Seu principal objetivo é estabelecer um contato direto entre o produtor e o comprador e tirá-los da dependência de maus atravessadores e das instabilidades do mercado.

O Sebrae desde 2001 passou a integrar o movimento do comércio justo e solidário através da participação de reuniões promovidas pelo Fórum de Articulação do Comércio Justo e Solidário no Brasil. Em 2004, o Sebrae produziu, a ‘Pesquisa Mundial do Comércio’, um estudo com o panorama completo do comércio justo e solidário no mundo. Em seguida, foi realizado um levantamento dos projetos em que o Sebrae atuava e que tinham um potencial para acessar o comércio justo e solidário. A área de agronegócios demonstrou um grande potencial.

Em 2005, uma missão formada por técnicos do Sebrae visitou de perto, a experiência bem-sucedida de comércio justo e solidário desenvolvida pelo México. Hoje, o café produzido pelo País é vendido na Bolsa de Nova York, por um preço justo e com o selo de certificação de comércio justo e solidário. Ainda nesse mesmo ano foi criado pelo Sebrae, juntamente com outros parceiros, um termo de referência para o comércio justo. O documento passaria a traçar a linha e o papel do Sebrae nesse novo campo de atuação.

Já em 2006, o Sebrae fez uma pesquisa qualitativa junto aos empresários para avaliar qual o potencial do comércio justo no Brasil. Também foram fechadas duas importantes parcerias: uma com a Visão Mundial e a outra com o Canal Futura, que resultou na produção e veiculação dos vídeos que irão ao ar a partir do dia 5 de março.

Serviço:
Agência Sebrae de Notícias - (61) 3348-7494 e (61) 2107-9354

Fonte: SEBRAE

  
  

Publicado por em

Liliane Gaiotti

Liliane Gaiotti

14/05/2010 16:51:55
Nossa estou amando, pois assim criamos uma nossão de como o comércio pode crescer de uma forma que muitas vezes não agride o meio ambiente, além de favorecer e valorizar aqueles pequenos agricultores, que no comércio em si por diversas situações são prejudicados... Parabéns...
LILIA - Espiríto Santo

MYK

MYK

Grato pela colaboração e pelo comentário.
MARCIA

MARCIA

29/03/2010 11:50:53
PARABENS AO SEBRAE PELO PROGRAMA COMÉRCIO JUSTO,APRESENTADO PELO KADÚ.
ELE PASSA PARA NÓS TELESPECTADOR,UM ENTUSIASMO MARAVILHOSO,O PROGRAMA É ÓTIMO,CONTINUEM.
OBRIGADA
MARCIA - SAO PAULO