`Extremo Sul`, primeiro longa-metragem brasileiro de alpinismo, começa a ser filmado hoje

Começam os preparativos para as filmagens de Extremo Sul, o primeiro documentário brasileiro sobre alpinismo. O filme narra a expedição de um grupo de alpinistas formado pelos brasileiros Nelson Baretta e Ronaldo Frazen Jr, os argentinos Eduardo Hugo Lópe

  
  

Começam os preparativos para as filmagens de "Extremo Sul", o primeiro documentário brasileiro sobre alpinismo. O filme narra a expedição de um grupo de alpinistas formado pelos brasileiros Nelson Baretta e Ronaldo Frazen Jr, os argentinos Eduardo Hugo López e Walter Rossini, e o chileno Julio Contreras à Terra do Fogo.

Durante o mês de fevereiro, a equipe estará em Bariloche, na Argentina, e em Punta Arenas, no Chile, para acompanhar o dia-a-dia dos alpinistas longe da montanha. Em março, seguem viagem rumo à Terra do Fogo e ao Monte Sarmiento.

Respeitado por alpinistas do mundo inteiro, o Monte Sarmiento é uma das mais inacessíveis montanhas da América do Sul. Localizada na Terra do Fogo, uma região virgem e desolada ao sul da Patagônia chilena, a montanha tem entrada apenas pelo mar, em uma viagem de 12 horas de barco cruzando o Estreito de Magalhães.

Com 2.404 metros de altura, o Monte Sarmiento não é considerada uma montanha extremamente alta (o Monte Everest, por exemplo, tem 8.848 metros), mas o seu isolamento, a chuva que castiga a região durante 340 dias por ano, a neve e o vento incessantes e o iminente perigo de avalanches representam grandes riscos aos alpinistas e tornam a expedição imprevisível.

O cume da montanha foi atingido uma única vez, em 1956, pelos italianos Carlos Mauri e Clemente Maffei, alpinistas integrantes da terceira expedição do padre Alberto Maria de Agostini ao monte. As outras duas tentativas, em 1913 e 1914, não foram bem sucedidas. O padre nunca escalou a montanha até o fim, mas munido de uma câmera de 16mm, tornou-se o primeiro documentarista da região.

Escalar esta perigosa montanha requer, além de técnica e coragem, um minucioso planejamento da via de acesso ao topo e, para filmar esta escalada, são necessários conhecimento e domínio das condições técnicas e de trabalho na região. Expor pessoas e equipamentos a chuvas constantes e temperaturas em torno de zero grau e ainda produzir belas imagens para o cinema será o grande desafio da equipe do "Extremo Sul".

Vinte e duas pessoas estarão envolvidas nas filmagens do Monte Sarmiento, incluindo alpinistas, fotógrafos, técnicos e diretores. Monica Schmiedt dirige e produz "Extremo Sul". Já participou de produções como "O Quatrilho" e "Memórias Póstumas". Sua estréia em direção foi justamente a de um documentário filmado na Antártida. Sylvestre Campe dirige e fotografa o longa-metragem.

Tem dez anos de experiência em direção e fotografia de documentários de esporte e aventura para televisões do Brasil e da Europa. Jorge Duran assina o roteiro e Reynaldo Zangrandi, a fotografia.

Através de imagens e depoimentos reais, "Extremo Sul" conduzirá o espectador nessa aventura. Que força incógnita é esta que atraiu e atrai homens e mulheres para essa região? O que os alpinistas e aventureiros encontrarão ao enfrentar o enigma de uma das montanhas mais difíceis do planeta?

"O Sarmiento é uma montanha incógnita, difícil de ser escalada ou filmada. Existe a chance dos alpinistas não atingirem o seu cume, mas somos prisioneiros da realidade. Numa produção como esta, nosso desafio é documentar a expedição como ela é, na chuva, com frio e no gelo e mostrar quem são estas pessoas, o que sentem e o que as leva a arriscarem suas vidas pra chegar num cume, ou não" conclui a diretora Monica Schmiedt.

"Extremo Sul" tem previsão de estréia nos cinemas em 2004. O filme tem realização da M.Schmiedt Produções e recebeu os prêmios RGE/Governo RS de Cinema; Programa IBERMEDIA; CORFO e FONDART, do governo chileno e os investimentos do BANESPA, BNDES, COPESUL, GRUPO RBS, BANRISUL e RANDON.

EQUIPE

Monica Schmiedt

Produtora e diretora do filme. Co-dirigiu o documentário Antártida, o Último Continente e foi produtora executiva dos longas Anahy de las Misiones, Memórias Póstumas e O Quatrilho, entre outros. Atualmente está produzindo o documentário Helena Meirelles, direção de Dainara Toffoli.

Sylvestre Campe

Diretor e fotógrafo do filme. Alemão, residente no Brasil, dirige e fotografa filmes de aventura há mais de 10 anos. Realiza documentários para Sportv e Globo Repórter. Especializado em filmagens em montanhas de gelo e rocha.

Jorge Durán

Roteirista. Chileno, residente no Brasil, escreveu mais de 20 longas-metragens, entre os quais está Pixote, do diretor Hector Babenco. Outros roteiros e adaptações suas são O beijo da mulher aranha, Gaijin, Lucio Flávio e Uma onda no ar.

Reynaldo Zangrandi

Diretor de fotografia. Com longa experiência em fotografia, Reynaldo tem em seu currículo documentários como "Oscar Niemeyer – O Filho das Estrelas", "Vaidade", "Santa Cruz" e "Raízes do Brasil".

ALPINISTAS / PERSONAGENS

Nelson Baretta / São Paulo - Brasil

Montanhista especialista em resgates. É o mentor da idéia de escalar o Monte Sarmiento e o organizador da expedição. Em seus quinze anos de atividades, escalou vulcões e altas montanhas da Cordilheira dos Andes. Instrutor do Programa Antártico Brasileiro, participou de seis operações antárticas. Em 98, esteve na expedição ao Monte Sarmiento.

Ronaldo Franzen Jr. – Nativo / Curitiba - Brasil

Guia de montanha e instrutor de escalada esportiva e técnicas de resgate desde 1985. Ecologista, faz trabalho voluntário em escolas incentivando a reciclagem do lixo e a preservação do meio ambiente. Participou de inúmeras expedições na América do Sul e do Norte e na Europa, entre elas a 1ª Expedição Brasileira à face sul do Aconcágua/Argentina, em 1998 e a 1ª Expedição Brasileira pela rota normal do Monte Elbrus/Rússia, em 1996. Também participou da Expedição ao Monte Sarmiento em 98.

Eduardo Hugo López – Tato / San Carlos de Bariloche – Argentina

Professor universitário de alpinismo e guia de montanha. Conhecedor e interessado na história do alpinismo. Iniciou grande número de escaladores na atividade. Hoje, muitos deles são os melhores alpinistas da Argentina, como outro membro da equipe, Walter Rossini. Escalou diversas montanhas dos Andes, como o Aconcágua, Sajama e Cerro Plata. Esteve na expedição de 98 ao Monte Sarmiento.

Walter Rossini / San Carlos de Bariloche - Argentina

Técnico superior em turismo e guia de montanha. Excelente escalador de rocha e gelo. Recentemente, foi escolhido dentre os melhores jovens escaladores da Argentina para participar de um curso de guia de montanha na Itália, onde ficou por 6 meses. Participou de expedições ao Fitz Roy, Pico Plata e fez numerosas ascensões em rochas nos cerros Catedral e Vale Encantado, na região de Bariloche. Com 20 anos de idade participou da expedição ao Monte Sarmiento em 98.

Julio Contreras / Punta Arenas – Chile

Médico, pratica uma medicina comunitária e social. Nascido em Punta Arenas, a margem do Estreito de Magalhães. É ecologista e trabalha na preservação dos bosques austrais. Pratica um alpinismo exploratório, escalando montanhas e descobrindo regiões ainda virgens da Terra do Fogo.

FICHA TÉCNICA

Alpinistas – Nelson Barreta (São Paulo)
Ronaldo Franzen Jr.- "Nativo" (Curitiba)
Eduardo Hugo López – "Tato" (San Carlos de Bariloche – Argentina)
Walter Rossini (San Carlos de Bariloche – Argentina)
Julio Contreras (Punta Arenas – Chile)
Realização – M. Schmiedt Produções
Direção – Sylvestre Campe e Monica Schmiedt
Roteiro – Jorge Durán
Direção de fotografia – Reynaldo Zangrandi e Sylvestre Campe
Música – Leo Henkin
Produção executiva – Monica Schmiedt
Direção de produção – Arnoni Lenz Hostyn
Direção de platô – Pedro Bonato
Técnico de som – Cleber Neutzling e Heron Alencar
Assistência de câmera – Alemão Francisco
Assistência de produção executiva – Maristela Ribeiro
Assistência de direção – Paula Jobim
Captação de recursos – Jaqueline Sanchotene
Assessoria de imprensa - Bebê Baumgarten/ BD Divulgação (Porto Alegre)
Sofia Carvalhosa Comunicação (São Paulo)

CRONOGRAMA DAS FILMAGENS
02/02 – São Paulo, Brasil
04/02 – Bariloche, Argentina
16/02 – Punta Arenas, Chile
04/03 – Travessia do Estreito de Guimarães
06/03 – Monte Sarmiento, Terra do Fogo, Chile
24/03 – Retorno da primeira equipe
10/04 – Fim da expedição

Fonte: Bebê Baumgarten/ BD Divulgação

  
  

Publicado por em