Acidente prejudica equipe Extra na Copa América

A equipe Extra de ciclismo teve problemas no último domingo e não conseguiu subir ao pódio na Copa América, disputada no autódromo de Interlagos. Uma queda e um erro dos ciclistas custaram caro ao time de Suzano, que só obteve um sexto lugar, com Rodrigo

  
  

A equipe Extra de ciclismo teve problemas no último domingo e não conseguiu subir ao pódio na Copa América, disputada no autódromo de Interlagos. Uma queda e um erro dos ciclistas custaram caro ao time de Suzano, que só obteve um sexto lugar, com Rodrigo “Morcegão” Brito.

A vitória foi de Nilceu Aparecido dos Santos, da Scott/Fadenp/Marcondes Cesar/São José dos Campos.

O primeiro imprevisto aconteceu no início da terceira volta. Um ciclista, no meio do pelotão, caiu e acabou derrubando todos os competidores que estavam ao seu lado. Os que estavam atrás também se envolveram no acidente. Três atletas da Extra estavam neste grupo: o campeão brasileiro de resistência, Renato Ruiz,Patrique Azevedo e Cléber Neves, que foram obrigados a desistir.

Além disso, no final da corrida, uma indefinição entre os ciclistas da Extra deixou o atual líder do ranking nacional, André Grizante, “encaixotado”.

“Ele ficou sem espaço para atacar. O pior é que essa não é a primeira vez que algo assim acontece. É a quarta”, reclamou o técnico Mauro Ribeiro.

O treinador explicou que o dia foi infeliz para seus atletas. “A Copa América é uma competição difícil, em que todos têm chance de vencer. Hoje (domingo), o que aconteceu não foi porque estamos mal treinados ou porque erramos. Não era nosso dia, tudo foi ruim”, afirmou o treinador.

O próximo desafio da Extra é a Volta do Estado de São Paulo, que começa no próximo fim de semana, na capital. Os seis ciclistas da equipe que irão competir são Grizante, Ruiz, Azevedo, Renato Rohsler, José Aparecido dos Santos, o Zezinho, e Daniel Soeiro, o Boy. Jean Morowski será o reserva e Morcegão, Cléber e Tiago Fiorili estão fora.

Fonte: ZDL de Comunicações

  
  

Publicado por em