Breno Sidotti lidera pódio `inédito`na quinta etapa da Volta de São Paulo

Numa estratégia ousada, de tentar fugir do pelotão principal nos últimos dez quilômetros de prova, o paulista Breno Sidotti, da equipe Scott/Fadenp, de São José dos Campos, venceu ontem a quinta etapa da Volta Internacional do Estado de São Paulo de Cicli

  
  

Numa estratégia ousada, de tentar fugir do pelotão principal nos últimos dez quilômetros de prova, o paulista Breno Sidotti, da equipe Scott/Fadenp, de São José dos Campos, venceu ontem a quinta etapa da Volta Internacional do Estado de São Paulo de Ciclismo, disputada entre as cidades de São Carlos e Bauru.

Ele completou os 175,4 quilômetros em 4h09min20, três segundos mais rápido que o norte-americano John Lieswyn, da Toshiba Aerospace Engiiniering, e que o paulista Tiago Fiorilli, da Peels Capacetes/Caloi, de Iracemápolis.

O catarinense Márcio May, da Memorial/Santos, manteve a liderança na classificação geral,agora com 28 segundos de vantagem sobre Sidotti, o novo segundo colocado.

A vitória de Breno Sidotti quebrou a seqüência de bons resultados de André Grizante, da Extra Caloi Suzano, ganhador da primeira e da quarta etapas, e de Márcio May, da Memorial, vencedor da segunda e da terceira etapas. Sidotti, John Lieswyn, Tiago Fiorilli e o argentino Edy
Cisneros escaparam do pelotão principal depois de 165 quilômetros de prova.

Eles forçaram o ritmo e chegaram a abrir mais de um minuto de vantagem sobre os outros concorrentes. Na
parte final, os amigos Breno e Tiago, companheiros de treinamentos no Vale do Paraíba, puxaram a prova. Alejandro não conseguiu manter o ritmo e ficou para trás, enquanto Lieswyn se limitou a seguir os brasileiros.

“Percebi que estava forte, me sentindo bem e, por isso, resolvi tentar o fuga e depois a vitória nos últimos metros”, disse Breno Sidotti, de 20 anos, que treina e mora na cidade de Cruzeiro.

“Foi maravilhoso chegar na frente e ser recebido por um grande público como ocorreu aqui. Foi só ir para o abraço.”

Integrante da equipe brasileira de perseguição nos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo,Breno estava na décima colocação na classificação geral antes da quinta etapa.

Por isso, ainda acredita na conquista do título. “Não dá para desistir antes do fim da competição. O Márcio May
é um atleta experiente, forte, mas muita coisa pode acontecer até a última etapa, marcada para domingo”, comentou o campeão brasileiro de perseguição individual e de critério por pontos de 2003.

Para garantir a vitória, Breno teve de superar até um pneu furado, quando faltavam 70 quilômetros para terminar a etapa. “Minha equipe fez um excelente trabalho. Foi rápida na troca da roda e depois meus companheiros me ajudaram a alcançar novamente o pelotão”, lembrou o
ciclista, que sonha em ser profissional na Europa.

Tiago Fiorilli ficou feliz com o seu resultado, embora tenha perdido a segunda colocação na reta de chegada. “Um lugar no pódio sempre é muito importante, ainda mais para nossa equipe, formada por atletas jovens”, observou o atleta, de 19 anos, que mora em Guaratinguetá, mas
defende o time de Iracemápolis, na região de Campinas.

“Vamos tentar repetir outra boa atuação na Volta nesta quinta-feira.”

A sexta etapa da competição será disputada nesta quinta-feira com duas largadas. A primeira será dada às 7 horas, com transmissão pela TV Globo, na avenida das Nações Unidas, em frente ao Anfiteatro de Bauru.

Os ciclistas vão disputar um trecho de cinco quilômetros de competição,até a rodovia Comandante João Ribeiro de Barros. Depois, a caravana terá um trecho neutralizado em comboio de 130 quilômetros, completados de carro.

A relargada será dada por volta das 10h30 na rodovia Antônio Machado Sant’Anna, em Araraquara, percorrendo 86,3 quilômetros até a Avenida Presidente Kennedy, em frente ao Shopping Ribeirão, em Ribeirão Preto, onde está prevista a chegada para as 12h30.

Os cinco primeiros colocados da quinta etapa foram os seguintes: 1º Breno Sidotti (Scott/Fadenp/SJ dos Campos), 4h09min20; 2º John Lieswyn (Toshiba/EUA), 4h09min23; 3º Tiago Fiorilli (Peels Capacetes/Caloi), mesmo tempo; e 5º Marcelo Moser (Avaí C/ FME/ Florianópolis/ Zita) , 4h 09 min 42.

A classificação geral após a quarta etapa ficou assim: 1º Marcio May (Memorial/Santos),14h29min43; 2º Breno Sidotti (Scott/Fadenp/SJ dos Campos), 14h30min11, 3º Roberson Figueiredo(DataRo/SC), 14h30min17; 4º Alejandro Borrajo (ARG), 14h30min19; e 5º José Aparecido dos Santos (Extra/Caloi/Suzano), 14h30min23.

Na disputa por equipes, a seleção da Argentina é a nova líder, com 43h31min49, seguida da Scott / Fadenp/ SJ Campos, com 43h31min51, Memorial/Santos, com 43h31min53,Extra/Caloi/Suzano, 43h32min21, e Toshiba/ EUA, 43h32min22. Já André Grizante segue líder da
meta volante, com 15 pontos, e Antônio Nascimento (Memorial/Santos) é o melhor no prêmio de
montanha, com 10 pontos

A Volta Internacional do Estado de São Paulo é uma promoção da Rede Globo, com organização da Yescom e patrocínio do Itaú e Telefônica.

A supervisão é da Confederação Brasileira de Ciclismo e Federação Paulista de Ciclismo, com apoio do Governo do Estado de São Paulo, Secretária da Juventude, Esporte e Lazer do Estado de São Paulo, Secretaria do Estado de
Transportes, Polícia Militar, Levorin, Fisk, Rodam, Hertz, prefeituras das cidades-sedes e concessionárias das rodovias. A transmissão é da TV Globo, SporTV e TV Globo Internacional para 24 países.

Fonte: ZDL de Comunicação

  
  

Publicado por em