Brotas é a cidade pioneira em leis de segurança para esportes de aventura

A cidade de Brotas, o maior pólo de ecoturismo do Estado de São Paulo, é a primeira a aprovar um Código de Segurança na Prática de Esportes de Aventura e de Ética Turístico-Ambiental. A prefeitura local sancionou em dezembro passado uma série de leis

  
  

A cidade de Brotas, o maior pólo de ecoturismo do Estado de São Paulo, é a primeira a aprovar um Código de Segurança na Prática de Esportes de Aventura e de Ética
Turístico-Ambiental.

A prefeitura local sancionou em dezembro passado uma série de leis para que os turistas possam realizar com extrema segurança atividades como: rafting,caminhadas ecológicas, bóia-cross, arborismo e rapel. As leis regulamentam as atividades dos instrutores e monitores,os sítios turísticos, as agências de viagens, os locais de hospedagem e todas as atividades de esportes de aventura.

De acordo com o presidente da ABCânion - Associação Brasileira de Canionismo -, Carlos Zaith, Brotas é a primeira cidade brasileira que criou uma série de normas de organização,disciplina e profissionalização da mão-de-obra, mantendo a segurança de suas atividades como elo principal do desenvolvimento da região.

“Os profissionais envolvidos com o ecoturismo em Brotas se apóiam em quatro pilares fundamentais: segurança, educação ambiental do turista, retorno econômico e social
para a comunidade e preservação ambiental”, alerta Carlos Zaith.

Existem duas formas básicas de fiscalizar quem está dentro das leis. Uma é a Licença Turistica Ambiental (LTA), que só é fornecida para as agências que preenchem os requisitos de estrutura e equipamentos de segurança obrigatórios. A outra é o voucher, sistema que, aliado à fiscalização das atividades, transforma-se em uma ferramenta eficaz de controle do número de praticantes, além de gerar recursos para realização de cursos de reciclagem, resgate e primeiros socorros.

Rafael Barbieri , empresário em Brotas e técnico da Seleção Brasilera de Canoagem destaca que atualmente Brotas exporta segurança.

`O profissionalismo existente em Brotas na área de esportes de aventura, não é encontrado em qualquer outro lugar do país.Atualmente existem diversas empresas na cidade `exportando` guias para outros países, onde nossos profissionais são bastante reconhecidos e rapidamente tornam-se coordenadores em suas atividades . Isto comprova que Brotas está vendendo segurança.` afirma.

Ética na preservação ambiental

A prefeitura de Brotas também foi a primeira a aprovar um Código de Ética Turístico-Ambiental, uma série de normas que garantem a proteção ambiental da região. A região é considerada estratégica para a conservação da biodiversidade brasileira.

Brotas integra a área da Mata Atlântica e de proteção ambiental do Corumbataí, onde está localizada a nascente de uma das maiores reservas subterrâneas de água do planeta, o Acquífero Guarani.

Conhecida também como `Paraíso das Águas`, Brotas é um dos pincipais centros de ecoturismo do país, atividade que gera 25% da renda do município.Por possuir 70 cachoeiras, corredeiras e cannyons, a região passou a atrair turistas de todas as partes.

“Os cuidados são os mesmos para qualquer área natural. A intenção é a de minimizar os impactos causados pela visitação humana”, afirma Carlos Zaith.

Fontes:Carlos Zaith / Rafael Barbieri

  
  

Publicado por em

Ronaldo de Oliveira

Ronaldo de Oliveira

24/02/2009 11:42:49
Apesar de nunca ter ido a Brotas, tenho ouvido coisas boas e ruins, Brotas me encanta pois sou um amante das águas; tenho ouvido que os rios estavam ficando com suas águas poluidas e com isso em alguns pontos dava pra notar o esgoto sendo depositado in natura, enfim...que bom estão tomando providências.
Parabéns a todos pelo trabalho e por tentarem...