Carla Moreno busca o tricampeonato em Caiobá

A triatleta Carla Moreno, de 28 anos, tenta neste domingo, às 9h15, a conquista do tricampeonato do Sesc Triathlon Caiobá. A paulista foi campeã da prova do litoral paranaense nos últimos dois anos e, dessa vez, não enfrentará a concorrência de suas princ

  
  

A triatleta Carla Moreno, de 28 anos, tenta neste domingo, às 9h15, a conquista do tricampeonato do Sesc Triathlon Caiobá. A paulista foi campeã da prova do litoral paranaense nos últimos dois anos e, dessa vez, não enfrentará a concorrência de suas principais rivais, a carioca Sandra Soldan (Pão de Açúcar/ Brasil Telecom), fora da prova após forte gripe, e da brasiliense Mariana Ohata (Pão de Açúcar/ Brasil Telecom), devido a virose.

Número 20 do mundo em 2004, Carla espera manter a tradição de sempre estar entre as melhores nesta prova - desde 1998, não deixou de subir ao pódio sequer uma vez.

“Voltei das férias e só estou treinando há 26 dias, mas vou competir bem. Nos últimos sete anos cheguei ao pódio e venci em 2003 e 2004. A idéia échegar forte. É a minha característica, deser uma batalhadora”, disse Carla.

Além da garra tradicional e do preparo físico sempre bem afinado, Carla testa em Caiobá uma novidade que pode virar trunfo: enfatizar o lado psicológico no trabalho com seu técnico Alberto Klar.

“Queria tudo muito rápido, era imediatista e agora estou vendo que é preciso planejamento. Não dá para fazer mágica do dia para a noite. Por isso quero competir bastante”, lembrou a triatleta, eleita a melhor do país em 2004 no Prêmio Brasil Olímpico do COB.

E a agenda da atleta nascida em São Carlos e radicada em Santos é cheia para esse início de ano. Depois de Caiobá, ela disputa uma série de provas voltadas à preparação para o Ironman.

No dia 27 de fevereiro, compete em casa no Internacional de Santos; no dia 6 de março,participa do Intercontinental em Vila Velha; no dia 13 de março, busca o título nacional de sprint, em Goiânia; e, no dia 20 de março, volta a Santos para a etapa inicial do Troféu Brasil, onde tenta o pentacampeonato.

“A atleta quer estar sempre 100%, mas para isso é preciso uma preparação. Estou trabalhando com o meu técnico para estar pronta nas horas certas, como foi no Fast este ano”, afirmou Carla, referindo-se à vitória no Fast Triathlon, no início do ano.

Em Vila Velha, Carla voltará a enfrentar Sandra Soldan, que ocupa a posição número 31 do ranking mundial. Pois essa é a prova marcada para o retorno da carioca, que teve de ficar em repouso por dez dias neste mês, gripada e em estado febril.

“Fiquei muito triste de não poder competir em Caiobá, mas aconteceu de eu ficar mal”, justificou Sandra, que voltou a treinar apenas na quarta-feira, com alguns quilômetros de corrida e natação.

Já Mariana Ohata, livre de uma virose que a deixou de cama por cinco dias, disputará apenas a primeira etapa do Troféu Brasil, no dia 20 de março.

“Estava preparada para a prova deste domingo, mas meus treinamentos foram prejudicados”, disse Mariana, número 46 do ranking mundial em 2004.

Sem Sandra e Mariana, a grande concorrente de Carla Moreno em Caiobá é a canadense Carol Montgomery, considerada a melhor corredora do triatlo internacional e número 15 do ranking.

Fonte: ZDL de Comunicação

  
  

Publicado por em