Catarinenses dominaram na quinta etapa do Brasileiro de Motocross

Os catarinenses dominaram a quinta etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, disputada no domingo (19/6) em Dourados (MS). Das cinco categorias, eles venceram em três: Milton Becker, na Open, João Paulino Junior na 250 e Gabriel Gentil na 60. O pau

  
  

Os catarinenses dominaram a quinta etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, disputada no domingo (19/6) em Dourados (MS). Das cinco categorias, eles venceram em três: Milton Becker, na Open, João Paulino Junior na 250 e Gabriel Gentil na 60.

O paulista Rafael Zenni faturou a 125 e Wellington Garcia levou o troféu de primeiro lugar da 80 para Goiás. A prova contou com a participação de 137 pilotos. A sexta etapa do Brasileiro será em Cianorte (PR) no dia 27 de julho.

O público vibrou com as disputas e pegas emocionantes na pista montada ao lado do estádio Douradão. A categoria mais concorrida foi a 125, que teve 40 pilotos alinhados na largada, o limite permitido pelo regulamento. Mas não era só o gate que estava cheio. As arquibancadas e todo o recinto onde aconteceu a competição tinham cerca de 25 mil pessoas.

250 - Pela segunda vez na carreira, o piloto João Paulino da Silva, o “Marronzinho” venceu uma prova do Brasileiro e coincidentemente as duas vitórias foram em Dourados.

“O ano passado ganhei aqui e agora voltei a vencer. Acho que a moto nova me ajudou muito nessa vitória”, declarou Marronzinho, que está em terceiro lugar na classificação
geral do campeonato.

Marronzinho largou na frente e liderou a prova de ponta a ponta. A confiança do catarinense na vitória era tão grande que faltando duas voltas para o final da prova ela começou a comemorar.

“Tenho que agradecer muito ao meu pai e minha mãe que são dois guerreiros. Às vezes eles são mais determinados que eu”, disse Marronzinho.

A liderança do campeonato da categoria 250cc continua com o mineiro Antonio Jorge Balbi Jr, que terminou na segunda posição na corrida, seguido por outro mineiro, Massoud Nassar Neto.

125 - O paulista Rafael Zenni fez uma prova perfeita e conseguiu sua terceira vitória na temporada. O líder Kristofer Florenzano terminou na segunda colocação emantém dez pontos de vantagem para o segundo colocado na classificação geral acumulada do campeonato, Zenni.

“Tive um final de semana perfeito, onde tudo deu certo. Larguei bem, consegui manter o ritmo e ganhei a corrida”, comemorou Rafael Zenni, que dedicou a vitória ao pai que não pode vir para Dourados porque quebrou o pé na semana passada.

Apesar de não conseguir vencer a corrida, Kristofer Florenzano gostou do resultado e prevê disputas emocionantes até o término do Campeonato Brasileiro de Motocross.

“Para o campeonato o resultado foi bom, mas gostaria de ter vencido. Nas próximas etapas a briga vai ficar boa entre eu, o Zenni e o Ratinho”, disse Kristofer Florenzano.

Open :

O catarinense Milton “Chumbinho” Becker repetiu o bom desempenho das últimas duas corridas e venceu a categoria Open em Dourados. Ele alcançou 115 pontos na classificação geral do campeonato e, faltando três etapas para o final do brasileiro, ele é um dos principais candidatos ao título de 2004.

Mesmo com uma boa vantagem, Chumbinho ainda não faz contas. “Não me preocupo com a pontuação e não ligo para isso. Ainda temos três etapas e muito coisa pode acontecer. Estamos mexendo com ferro (motos) que quebra e as coisas podem mudar”, comentou.

Chumbinho soube aproveitar os erros dos seus adversários para vencer. O piloro Cássio Garcia largou na frente, mas acabou caindo na primeira curva e a liderança da prova passou a ser de Eduardo Saçaki.

O `japonês voador` conseguiu liderar a prova até pouco mais da metade, mas errou sozinho e também caiu, com isso Chumbinho assumiu a liderança até cruzar a linha de chegada.

80 - Além de ter que superar os obstáculos do motódromo Rafael Bianchi, o goiano Wellington Garcia teve que se esforçar muito para conquistar a quarta vitória dele na
categoria 80 cilindradas no Campeonato Brasileiro de Motocross, já que o piloto correu fortemente gripado.

“Meus braços acabaram e como estou gripado terminei a prova muito cansado. No final fui só levando a prova”, disse Wellington antes de subir no degrau mais alto do pódio.

Mesmo com toda essa dificuldade, Wellington venceu a quinta etapa do Brasileiro e disparou na liderança da classificação geral do campeonato. A briga maior nas próximas etapas ficará pela vice-liderança do Brasileiro de Motocross.

O paranaense Jean Carlos Ramos é o atual segundo colocado do campeonato, mas Lucas Cattoni está na terceira posição com apenas um ponto de diferença.

60cc - Na 60 cilindradas, o piloto Gabriel Gentil conseguiu vencer a sua terceira corrida consecutiva e assumiu a liderança isolada na categoria. Ele não deu muitas chances para os seus concorrentes e vibrou muito com mais uma conquista.

Na última volta, Rodrigo de Castro Rodrigues chegou a encostar em Gabriel Gentil e começou a ameaçar o líder,mas perdeu o controle e acabou caindo, deixando Gabriel vencer com tranqüilidade.

“Quando vi que o Rodrigo estava chegando me apavorei, mas o público me incentivou muito e me ajudou a vencer mais esta corrida”, disse o piloto de Santa Catarina.

Hector Assunção, que dividia a liderança do Campeonato Brasileiro com Gabriel Gentil antes desta etapa, ficou apenas na sexta posição, e é více-líder do Campeonato
Brasileiro de Motocross da categoria 60cc.

Confira os resultados das corridas

60
1 Gabriel Gentil
2 Rodrigo de Castro Rodrigues
3 Marçal Muller
4 Gabriel Montenegro
5 Everaldo Rodrigues Lima

80
1 Wellington Garcia Matos
2 Jean Carlos Ramos
3 Lucas Cattoni
4 Cesar Augusto Popinhak
5 Gustavo Pereira do Amaral

Open
1 Milton Becker
2 Eduardo Saçaki
3 Cássio Garcia
4 Jaques Pich
5 Ricardo Raspa

125
1 Rafael Zenni
2 Kristofer Florenzano
3 Marcello Ferreira Lima
4 Rodrigo Clemente Selhorst
5 Cristopher Castro

250
1 João Paulino da Silva Júnior
2 Antonio Jorge Balbi Jr.
3 Massoud Nassar Neto
4 Paulo César Stedile
5 Roosevelt de Freitas

Classificação geral do Campeonato Brasileiro

60cc
1 Gabriel Gentil, 108 pts.
2 Hector Freitas Assunção, 93 pts.
3 Gabriel Montenegro, 68 pts.
4 Gustavo Focchesato, 65 pts.
5 Everaldo Rodrigues, 5048 pts.

80cc
1 Wellington Garcia Matos, 113 pts.
2 Jean Carlos Ramos, 76
3 Lucas Cattoni, 75
4 Thales Vilardi Felix, 56
5 César Augusto Popinhak, 50

Open
1 Milton Becker, 115 pts.
2 Eduardo Saçaki, 93 pts.
3 Cássio Garcia, 65 pts.
4 Ricardo Raspa, 56 pts.
5 Jaques Pich, 48 pts.

125cc
1 Kristofer Florenzano, 101 pts.
2 Rafael Zenni, 91
3 Marcello Ferreira Lima, 76
4 Rodrigo Siqueira, 59
5 Cristopher Castro, 51

250
1 Antonio Jorge Balbi Jr., 111 pts.
2 Massoud Nassar Neto, 87
3 João Paulino da Silva Júnior, 69
4 Roosevelt de Freitas, 67
5 Douglas Scartazzini, 65

O Campeonato Brasileiro de Motocross é organizado e promovido pela CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo) e tem patrocínio da Honda, Mobil e Dunas Race. Co-patrocínio de Expresso Joaçaba, Yamaha e Pirelli.

Fonte: Vipcomm

  
  

Publicado por em