Com Hobie Cat , Pandiani treina na Rota do Aço

O velejador Betão Pandiani vai participar da Rota do Aço Regata de Vela Oceânica, que esta sendo disputada de 6 a 14 de março entre Vitória, no Espírito Santo, e São Francisco do Sul, em Santa Catarina. Numa competição reservada para veleiros de medi

  
  

O velejador Betão Pandiani vai participar da Rota do Aço Regata de Vela Oceânica, que esta sendo disputada de 6 a 14 de março entre Vitória, no Espírito Santo, e São Francisco do Sul, em Santa Catarina.

Numa competição reservada para veleiros de medida igual ou superior a 30 pés, Betão aproveitará a regata como treinamento, já que velejará um Hobie Cat de 18 pés e não pode se inscrever oficialmente na competição. Ele apenas contará com o apoio da estrutura da prova.

Aventureiro experiente, Pandiani terá a companhia de Fábio Tozzi na disputa da etapa entre Vitória e Rio de Janeiro, numa distância de 260 milhas náuticas (cerca de 481,5 quilômetros). Ele vai usar o trecho como treinamento para o desafio de velejar mil milhas náuticas (1.852 quilômetros) entre Nova York e Virgínia, em maio, nos Estados Unidos. Para o ano que vem, planeja completar a Rota Boreal,entre Nova York e a Groelândia, num total de 4.500 mn (8.334 km).

“Vou aproveitar a estrutura da competição para poder treinar. Já fiz esse trajeto há algum tempo, também num hobie cat, e completei o percurso em cerca de 30 horas”, lembrou o velejador santista, de 45 anos.

“Dependendo dos ventos, vou pular na frente dos grandes veleiros. O hobie cat é muito rápido.”

Rápido e também pouco confortável para longas travessias. Afinal, o barco não tem cabine para o descanso. Situação que o ex-proprietário de casas noturnas como Clube B.A.S.E. e Aeroanta já conhece bem. Tanto que, no ano passado, fez a Travessia do Drake, numa expedição de 45 dias a bordo de um hobie cat 21.

A Rota do Aço, que terá 634 milhas náuticas (1.174 quilômetros), já tem 54 veleiros inscritos. A competição será disputada em três etapas, com a primeira marcada para o dia 6 de março.

Além das 260 milhas náuticas entre Vitória e Rio de Janeiro, os veleiros percorrerão mais 365 mn do Iate Clube do Rio de Janeiro até o Capri Iate Clube, em São Francisco do Sul. A terceira etapa terá nove milhas náuticas, ligando o Capri Iate Clube ao centro da cidade, no dia 14 de março.

Entre os comandantes inscritos, um dos destaques é o bicampeão mundial do Soling Gastão Brun, que será o timoneiro de Forró.

A Rota do Aço :

Regata de Vela Oceânica é uma realização da Arcelor, Companhia Siderúrgica de Tubarão, Vega do Sul e Norsul, com organização da DS Comunicação e apoio da Federação Brasileira de Vela e Motor (FBVM), da Associação Brasileira de Veleiros de Oceano (ABVO), da Marinha do Brasil, dos governos do Espírito Santo e Santa Catarina, das prefeituras de Vitória e São Francisco do Sul, do Iate Clube do Espírito Santo, do Iate Clube do Rio de Janeiro e do Capri Iate Clube.

Fonte: ZDL de Comunicação

  
  

Publicado por em