Comitê Central de Organização vai integrar a população de Florianópolis

Não se trata apenas de uma competição que desafia física e emocionalmente os atletas. O Ironman Brasil Telecom, a principal competição internacional de triatlo do calendário brasileiro e a única etapa latino-americana do circuito mundial, terá em 2004 mai

  
  

Não se trata apenas de uma competição que desafia física e emocionalmente os atletas. O Ironman Brasil Telecom, a principal competição internacional de triatlo do calendário brasileiro e a única etapa latino-americana do circuito mundial, terá em 2004 mais que “superatletas” lutando pelas primeiras colocações no dia 29 de maio em Florianópolis.

A prova já tem 243 inscritos de 24 países (o limite é de mil triatletas) e apresentará muitas novidades no próximo ano, entre elas o Comitê Central de Organização (CCO), que visa agilizar a organização do evento e fomentar a marca e a imagem do Ironman junto à população da capital catarinense.

Nosso objetivo é fazer do CCO a ferramenta de integração dos habitantes da cidade e gerar negócios com o setor produtivo do município.

Nosso evento já tem o seu lado socialmente responsável a pleno vapor, através de uma escolinha de triatlo em Santa Catarina que funciona com três núcleos. Ao todo, 120 crianças de baixa renda estão tendo contato com o esporte desde cedo.

Estes menores de 10 a 16 anos, idade crítica para a formação de caráter de um ser humano, estão sendo preparados para a vida através do esporte e, o principal, sendo afastados da marginalidade.

Este projeto também abrange ações sociais, como gincanas de solidariedade, ajudas comunitárias dirigidas, processos de identificação e ajuda social, com o envolvimento acadêmico de profissionais de instituições de ensino superior.

Ao envolvermos todos na cidade, podemos implantar nossa filosofia, que é fazer da comunidade uma parceira importante para a realização da prova e não apenas uma hospedeira temporária.

O Ironman Brasil Telecom 2004 teve seu lançamento oficial realizado no dia 25 de novembro, no gabinete da prefeita Angela Amin, em Florianópolis. A expectativa é que as mil vagas sejam preenchidas e que triatletas de mais de 30 paises estejam no evento.

A Latin Sports marcará uma série de encontros dos atletas com a comunidade através de centros comunitários e escolas, na qual os competidores contarão como é o dia-a-dia de um esportista e suas experiências.

Além de receberem visitas dos atletas, os moradores interessados em participar diretamente da prova terão a oportunidade de trabalhar no evento como voluntários. Na prova do próximo ano, estimo que dois mil deles estejam na competição.

Este é praticamente o número de colaboradores de uma olimpíada. Todos receberão treinamento e apoio para realizar as tarefas,pois queremos mostrar que este é um evento da cidade de Florianópolis e sem a participação dos que vivem na capital do estado a prova não seria possível.

Autoria: Carlos Galvão - Diretor de triatlo da Associação Brasileira de Esportes de Aventura (ABEA) e da Latin Sports

Fonte: ZDL de Comunicação

  
  

Publicado por em