Brasil conquista ouro e prata nas provas de caiaque feminino

As provas femininas em Carauma, região de Valparaíso, confirmam bons resultados para o Brasil

  
  
A atleta brasileira Ana Paula Vergutz obteve a primeira colocação com um tempo de 1:56.375 / Divulgação

O segundo dia de competições nos Jogos Sul-Americanos de Santiago, realizados no Chile, confirma a boa fase do time brasileiro.O dia de ontem (13/3) foi marcado pela disputa feminina nos 500metros da Canoagem Velocidade.

A primeira prova do dia foi o K1, adicionando mais um ouro no quadro de medalhas do Brasil. A atleta brasileira Ana Paula Vergutz obteve a primeira colocação com um tempo de 1:56.375.

A medalha de prata foi para a argentina Alexandra B. Keresztesi no tempo de 1:57.140, e cruzando a linha de chegada para conquistar a medalha de bronze, a atleta da Colômbia fechou a prova com um tempo de 1:59.205.

A prova de K2 Feminino teve como vencedoras Alexandra B. Keresztesi e Sabrina I.Ameghino representando a Argentina e levando o ouro na marca de 1:46.953.

O Brasil conquistou na categoria o segundo posto, levando a prata, com as atletas Ana Paula Vergutz e Bruna Chicato no tempo de 1:53.039. A Colômbia completou o pódio com um tempo de 1:53.815 obtido pelas atletas Yerly T. Munoz Rua e Diexie N. Molina Zuluaga.

Após a realização das provas da quinta-feira (13/3) na Canoagem Velocidade a Argentina continua a liderar o quadro de medalhas com quatro ouros e uma prata, seguida pelo Brasil com três ouros e quatro pratas.

O time do Chile termina o segundo dia de competições na terceira colocação com duas pratas e dois bronzes.

Nesta sexta feira acontecem as provas disputadas nos 200metros, sendo elas K1 Feminino, C1 Masculino, K1 Masculino, C1 Feminino e fechando as competições dos Jogos Sul-Americanos, a categoria K2 Masculino.

A participação da Canoagem Brasileira no Chile tem a organização da Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa) e Comitê Olímpico Brasileiro (COB), e conta com apoio da Unimed e Seguros Unimed.

A Canoagem Brasileira tem como patrocinador oficial o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e também conta com suporte fundamental do Ministério do Esporte por meio da Lei de Incentivo ao Esporte.

Visite: www.revistaecotour.com.br

Fonte: Confederação Brasileira de Canoagem

  
  

Publicado por em