Foz do Iguaçu poderá se tornar sede fixa do megaevento de esportes radicais

A disputa é a terceira maior do esporte mundial, atrás somente da Copa do Mundo e das Olimpíadas, e a primeira em esportes radicais

  
  
A cidade vai receber as três próximas etapas dos X Games (de 2013 a 2015)/ Divulgação

Durante a instalação dos comitês de Honra e do Comitê de Organização Local(COL)dos X Games, na quinta-feira (8/11), no Centro de Recepção de Visitantes de Itaipu (CRV), o presidente do Conselho de Administração da Brunoro Sport Business, João Carlos Brunoro, disse que a cidade reúne todos os pré-requisitos para abrigar o evento de forma permanente.

A cidade vai receber as três próximas etapas dos X Games (de 2013 a 2015) e a Brunoro Sport Business é responsável pela organização local do evento.

“Foz do Iguaçu mostrou união e envolvimento para valer com o projeto. Nossa intenção é que essa parceria dê certo e que os jogos fiquem aqui para sempre”, disse Brunoro.

Anfitrião no encontro, o diretor-geral brasileiro de Itaipu, Jorge
Samek, que faz parte do comitê de honra dos X Games, disse que os jogos, transmitidos para o mundo inteiro, “vão colocar Foz no centro dos grandes eventos radicais do mundo. Eventos como esse são fundamentais para divulgar nosso destino”.

Além de Samek, a solenidade no CRV reuniu representantes da
iniciativa privada e das três esferas do poder público envolvidos na organização dos jogos. Entre eles, o vice-prefeito, Chico Brasileiro; o deputado estadual e prefeito eleito de Foz do Iguaçu

, Reni Pereira; o diretor de futebol profissional do Ministério do Esporte, Ricardo Gomyde, representando o ministro Aldo Rabelo; e o secretário de Estado do Esporte do Paraná, Evandro Rogério Roman.

Tanto Gomide como Evandro Roman comentaram que esse evento conta com total apoio dos governos federal e estadual. “Foz do Iguaçu destaca-se pela sua exuberância natural, pela sua capacidade turística. E os jogos deixarão um legado fantástico para a cidade e para a região”, avaliou o diretor de Futebol do Ministério dos Esportes.

Brunoro, que já esteve várias vezes em Foz do Iguaçu, revelou que
pensava em retomar na cidade os Jogos Mundiais da Natureza, realizados na década de 90, quando surgiu a oportunidade de organizar os X Games.

“Na hora eu pensei: é uma conspiração a favor, porque estava pensando em uma coisa que é muito próxima da outra”, disse.

Aos 62 anos de idade, dos quais quase 50 dedicados ao esporte,
Brunoro, afirmou que esse será o maior desafio pessoal e profissional de sua carreira.

“Queremos que seja um evento da cidade, do Estado, do País”.O prefeito eleito Reni Pereira, que assume no primeiro dia de 2013, aprovou a proposta. Ele disse que vai brigar pela “perenidade” citada por Brunoro, em relação à cidade se tornar sede fixa para os X Games. Pereira defendeu ainda que o momento é de união entre as três esferas do poder público e a Itaipu Binacional.

“Precisamos fazer com que não haja contratempos. Consolidando o
primeiro evento, os outros serão um grande sucesso – não apenas para nossa região, mas também para todo o Brasil”, comentou o prefeito eleito.

Os X Games serão transmitidos para mais de 190 países, de todos os
continentes, atingindo aproximadamente 380 milhões de lares.

A edição de Foz do Iguaçu do X Games será realizada de 18 a 21 de abril de 2013 e vai abrir o circuito de inverno dos jogos, antecedendo as edições de Barcelona (Espanha), em maio; Munique (Alemanha), em junho; e Los Angeles(EUA), em agosto. Antes, haverá jogos em Aspen (EUA), em janeiro, e Tigner (França), em março.

Em Foz do Iguaçu, as provas ocorrerão na Itaipu Binacional, no Parque Nacional do Iguaçu(PNI), com vista para as Cataratas do Iguaçu, e no Centro de Convenções de Foz do Iguaçu, ao lado da Infraero. Nestes locais serão as disputas Moto X e BMX.

Ao todo, serão quatro modalidades, divididas em 19 categorias. O
evento vai mobilizar cerca de 2 mil profissionais do Brasil e dos Estados Unidos.

Segundo os organizadores, a disputa é a terceira maior do esporte
mundial, atrás somente da Copa do Mundo e das Olimpíadas, e a primeira em esportes radicais. São esperados mais de 280 atletas de 17 nacionalidades.

Visite: www.revistaecotour.com.br

Fonte: Itaipu

  
  

Publicado por em