Mundial de Motocross vai a Turquia pela primeira vez na história

A categoria MX1 é liderada por Ken de Dicker desde o último final de semana na Bulgária.

  
  

Istambul, na Turquia, recebe pela primeira vez uma etapa do Mundial de Motocross. O circuito de Hezarfen irá abrigar neste final de semana (11 e 12) disputas emocionantes das maiores feras da modalidade.

A competição, que chega à terceira etapa, será finalizada no Brasil em setembro. A cidade de Canelinha (SC) foi escolhida como sede da disputa.

A próxima etapa irá levar para Istambul, que possui 15 milhões de habitantes, um grande show. A categoria MX1 é liderada por Ken de Dicker desde o último final de semana na Bulgária.

Na MX2, Gautier Paulin se manteve à frente desde a primeira etapa em Faenza. Com uma pista totalmente reformulada em Istambul a habilidade será importante nesta terceira fase.

MX 1: Este será o terceiro final de semana seguido de provas desde o início do campeonato. A vantagem de Ken de Dicker na MX1 é de apenas um ponto para o segundo colocado Joshua Coppins. Os dois travaram uma forte disputa na Bulgária, onde de Dycker garantiu a vitória. O líder anterior Tanel Leok caiu para a terceira colocação após uma prova difícil na Bulgária.

MX2: A categoria MX2 é liderada pelo francês Gaultier Paulin. O piloto treinado pelo antigo campeão do mundo e compatriota Jacky Vimond garantiu o segundo lugar na etapa anterior, atrás do piloto Honda Marvin Musquin, que ocupa a segunda posição no campeonato. O terceiro lugar está com o italiano Davide Guarneri.

As movimentações em Istambul começam já na sexta-feira com os treinos livres. No sábado, serão realizados os treinos classificatórios e, no domingo, as duas categorias entram na pista para a disputa oficial.

Classificação:

MX1

1 – Ken de Dycker – Bélgica
2 – Joshua Coppins – Nova Zelândia
3 – Tanel Leok – Estônia
4 – Jonathan Barragan – Espanha
5 – Maximilian Nagl – Alemanha
6 – David Philippaerts – Itália
7 – Antonio Cairoli – Itália
8 – Clement Desalle – Bélgica – Honda
9 – Steve Raimond – Bélgica
10 – Leok Aigar – Estônia
14 – Kevin Strijbos – Bélgica - Honda

MX2:

1 – Gautier Paulin – França
2 – Marvin Musquin – França – Honda
3 – Davide Gua rneri – Itália
4 – Nicolas Aubin – França
5 – Xavier Boog – França
6 – Shaun Simpson – Grã-Bretanha
7 – Steven Frossard – França
8 – Joel Roelants – Bélgica
9 – A. Lupino – Itália
10 – Arnaud Tonus - Suíça

Fonte: Del Valle Editoria / VIPCOM

http://Istambul, na Turquia, recebe pela primeira vez uma etapa do Mundial de Motocross. O circuito de Hezarfen irá abrigar neste final de semana (11 e 12) disputas emocionantes das maiores feras da modalidade.

A competição, que chega à terceira etapa, será finalizada no Brasil em setembro. A cidade de Canelinha (SC) foi escolhida como sede da disputa.

A próxima etapa irá levar para Istambul, que possui 15 milhões de habitantes, um grande show. A categoria MX1 é liderada por Ken de Dicker desde o último final de semana na Bulgária.

Na MX2, Gautier Paulin se manteve à frente desde a primeira etapa em Faenza. Com uma pista totalmente reformulada em Istambul a habilidade será importante nesta terceira fase.

MX 1: Este será o terceiro final de semana seguido de provas desde o início do campeonato. A vantagem de Ken de Dicker na MX1 é de apenas um ponto para o segundo colocado Joshua Coppins. Os dois travaram uma forte disputa na Bulgária, onde de Dycker garantiu a vitória. O líder anterior Tanel Leok caiu para a terceira colocação após uma prova difícil na Bulgária.

MX2: A categoria MX2 é liderada pelo francês Gaultier Paulin. O piloto treinado pelo antigo campeão do mundo e compatriota Jacky Vimond garantiu o segundo lugar na etapa anterior, atrás do piloto Honda Marvin Musquin, que ocupa a segunda posição no campeonato. O terceiro lugar está com o italiano Davide Guarneri.

As movimentações em Istambul começam já na sexta-feira com os treinos livres. No sábado, serão realizados os treinos classificatórios e, no domingo, as duas categorias entram na pista para a disputa oficial.

Classificação:

MX1

1 – Ken de Dycker – Bélgica
2 – Joshua Coppins – Nova Zelândia
3 – Tanel Leok – Estônia
4 – Jonathan Barragan – Espanha
5 – Maximilian Nagl – Alemanha
6 – David Philippaerts – Itália
7 – Antonio Cairoli – Itália
8 – Clement Desalle – Bélgica – Honda
9 – Steve Raimond – Bélgica
10 – Leok Aigar – Estônia
14 – Kevin Strijbos – Bélgica - Honda

MX2:

1 – Gautier Paulin – França
2 – Marvin Musquin – França – Honda
3 – Davide Gua rneri – Itália
4 – Nicolas Aubin – França
5 – Xavier Boog – França
6 – Shaun Simpson – Grã-Bretanha
7 – Steven Frossard – França
8 – Joel Roelants – Bélgica
9 – A. Lupino – Itália
10 – Arnaud Tonus - Suíça

Fonte: Del Valle Editoria / VIPCOM

www.revistaecotour.com.br

  
  

Publicado por em