Rally dos Sertões leva prosperidade às cidades do roteiro

O Programa de Desenvolvimento Sustentável da Escola, desenvolvido pelo Instituto Brasil Solidário, leva educação, saúde, esportes, cultura e ensinamentos sobre meio ambiente

  
  

A importância do Rally Internacional dos Sertões vai muito além do aspecto esportivo. Por onde passa com sua enorme caravana de mais de 1.700 pessoas, o rali é sinônimo de esperança e prosperidade. Além dos benefícios econômicos, é realizado há dez anos um importante trabalho social que começa antes e não cessa com o fim da competição.

O Programa de Desenvolvimento Sustentável da Escola (PDSE), desenvolvido pelo Instituto Brasil Solidário, leva educação, saúde, esportes, cultura e ensinamentos sobre meio ambiente para cidades que recebem o Rally dos Sertões.

A ação começa no dia 8 de agosto, antevéspera do início da competição, nas cidades de Caldas Novas e Rio Quente (GO) e realiza suas atividades até o dia 14 do mesmo mês, finalizando na cidade de Aparecida do Rio Negro, no Tocantins, após ter beneficiado também escolas públicas de Trindade - município próximo à Goiânia (GO) -, Alto Paraíso de Goiás e Ponte Alta(TO).

"Nós trabalharemos sempre no dia anterior à passagem do rali, possibilitando que a comunidade possa participar de nossos projetos de cunho sustentável, além da festa que é o Rally dos Sertões, tão conhecido e esperado pelo povo local", explica Luis Salvatore, diretor de projetos do IBS.

As atividades sempre são realizadas nas principais escolas dos municípios para que estas sejam mantidas mesmo após a passagem da caravana da competição. Voltadas ao público carente, o IBS usa uma metodologia de continuidade dos trabalhos.

"O Sertões é o berço de muitas ações e parcerias de sucesso, e temos muito orgulho em poder continuar com um programa cada vez mais sólido nas cidades que integram o percurso da prova", afirmou Salvatore.

Entre as principais ações executadas estão: montagem de uma biblioteca completa com acervo de 700 livros, doação de material esportivo, oficinas de artes, pintura, atividades de lazer voltadas ao público infantil, atendimentos oftalmológicos com doação posterior de óculos, atendimentos médicos e odontológicos -incluindo uma farmácia, que doa medicamentos prescritos por um especialista -, palestras educativas, montagem de horta, viveiro e arborização, sala sustentável, oficina de papel reciclado, apresentações locais, entre outras atividades.

Doação de Alimento no Super Prime:

O público que acompanhar os Super Primes de Goiânia (GO) e Palmas (TO) também fará parte dessa corrente positiva. Cada ingresso pode ser trocado por dois quilos de alimentos não perecíveis. Na capital goiana, a troca pode ser feita no stand da Organização de Voluntários de Goiás (OVG), entidade que receberá o montante arrecadado, no Flamboyant Shopping Center.

Em Palmas, o posto de troca funcionará na concessionária Marca Motors (Mitsubishi), do dia 9 ao dia 14, em horário comercial. Assim como em Goiânia, cada dois quilos de alimentos não perecíveis poderão ser trocados por um ingresso para o Super Prime.

As doações serão revertidas para o Conselho Central Imaculada Conceição de Palmas (Vicentinos) e Associação Sementes do Verbo. No dia 15, dia do Super Prime, as trocas poderão ser efetuadas nos stands localizados na Praia do Prata, local do evento.

Sobre o Instituto Brasil Solidário (IBS):

O Instituto Brasil Solidário (IBS) é uma organização sem fins lucrativos - OSCIP- que tem como princípio o desenvolvimento de programas sociais em comunidades socialmente desfavorecidas e com baixo IDH (Índice de Desenvolvimento Humano). Fundado pelos irmãos Luis e Ana Elisa Salvatore, a entidade tem como objetivo promover programas de continuidade e de desenvolvimento territoriais sustentáveis voltados à educação, saúde, preservação do meio ambiente e inclusão social, tornando-os uma referência no Brasil e no mundo pela excelência, seriedade, qualidade e confiabilidade de seus resultados comprovados.

Sobre o 18º Rally Internacional dos Sertões:

O 18º Rally dos Sertões é produzido pela Dunas Race e é a segunda maior competição do tipo cross country do mundo. Com largada em Goiânia (GO) e chegada em Fortaleza (CE), a prova terá dez dias de duração, um percurso de 4.486 mil quilômetros, e vai cruzar seis Estados - Goiás, Minas Gerais, Tocantins,Maranhão, Piauí e Ceará -, de quatro regiões do Brasil. O número de competidores confirmados para este ano já superou a edição 2009, sendo 155 veículos, totalizando 235 competidores inscritos.

Fonte: Rodolpho Siqueira / André Stepan / Cleber Bernuci / Leonardo Murgel /Eduardo Antonialli / Maria Domingues / Mariana Viegas

Visite: www.revistaecotour.com.br

  
  

Publicado por em

Euvaldo C. Silva

Euvaldo C. Silva

11/08/2010 16:41:44
Aqui em Carolina, Maranhão, onde passo alguns meses todo ano, ainda não percebí os efeitos propalados do rally. Examinem.