Robert Scheidt conquista tricampeonato e chega ao 99o.título da carreira

Robert Scheidt é medalha de ouro na classe Laser dos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo. Após vencer mais duas regatas no sábado, o iatista brasileiro garantiu o título com um dia de antecedência e chegou ao tricampeonato pan-americano, uma vez que já

  
  

Robert Scheidt é medalha de ouro na classe Laser dos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo. Após vencer mais duas regatas no sábado, o iatista brasileiro garantiu o título com um dia de antecedência e chegou ao tricampeonato pan-americano, uma vez que já havia vencido em Mar del Plata/95 e em Winnipeg/99.

Hexacampeão mundial e duas vezes medalhista
olímpico (ouro em Atlanta/96 e prata em Sydney/2000), Scheidt alcançou também o 99º título da carreira.

“Foi um campeonato excelente e a primeira vez que conquistei um Pan-Americano vencendo todas as regatas. O fundamental foi ganhar as quatro primeiras provas, pois isso me deu muita confiança. Já estava demorando
para sair esse 99º título”, festejou o brasileiro, atual segundo colocado do ranking da Federação Internacional de Vela (ISAF).

Em cinco dias de competição, Scheidt, que é patrocinado pelo Banco do Brasil, Bingo Augusta, Varig e Volvo Car Brasil e integra a Equipe Petrobras de Vela, venceu todas as 10 regatas realizadas no Club Náutico de Santo Domingo, localizado na praia de Boca Chica, distante 35 km da vila pan-americana. Com esse desempenho, o brasileiro sequer precisa disputar as duas últimas provas programadas.

“Nem vou entrar na água neste domingo. Vou ficar esperando a premiação, que acontece na segunda à tarde”, disse.

Na briga pelas medalhas de prata e bronze estão o argentino Diego Romero, com 26 pontos perdidos, o canadense Bernard Luttmer, com 28, e o chileno Matias Del Solar, com 30. Cada velejador já descartou um pior resultado, e tem direito a mais um caso as regatas de domingo sejam disputadas.

Um dos atletas mais vitoriosos do Brasil, Robert Scheidt possui agora 99 títulos em 21 anos de carreira. Especialista na classe Laser, na qual tem agora 84 conquistas, o melhor velejador do mundo em 2001 segundo a ISAF tem ainda um título na classe Finn, dois na Optimist, quatro na Snipe, seis em Oceano e dois na Star, classe que pode priorizar após os Jogos Olímpicos de Atenas em 2004.

Feito igualado

Com o tricampeonato conquistado neste sábado, Robert Scheidt se iguala aos atletas Adhemar Ferreira da Silva, no salto triplo, e Eronildes de Araújo, nos 400 metros com barreira, também tricampeões pan-americanos consecutivamente.

Adhemar foi medalha de ouro em Buenos Aires/51, Cidade do México/55, e Chicago/59, enquanto Eronildes ficou no lugar mais alto do pódio em Havana/91, Mar del Plata/95 e Winnipeg/99.

No iatismo, o primeiro brasileiro tricampeão foi Reinaldo Conrad, mas não de forma consecutiva. Conrad foi medalha de ouro na classe Flying Dutchman em Chicago/59, São Paulo/63 e Cidade do México/75.

“É muito bom entrar nesse hall de campeões. Sempre gostei de disputar os Jogos Pan-Americanos, um evento sensacional que me permite manter contato com atletas de outros esportes”, afirmou Scheidt.

Fonte: ZDL de Comunicação

  
  

Publicado por em