Cavaleiro do Mundial vai disputar o Campeonato Brasileiro de Enduro Eqüestre

O paulistano Igor Petric, integrante da equipe do Brasil que disputará o Campeonato Mundial de Jovens Cavaleiros, no dia 27 de setembro, na Itália, confirmou presença no XIII Campeonato Brasileiro de Enduro Eqüestre. A competição será realizada no di

  
  

O paulistano Igor Petric, integrante da equipe do Brasil que disputará o Campeonato Mundial de Jovens Cavaleiros, no dia 27 de setembro, na Itália, confirmou presença no XIII Campeonato Brasileiro de Enduro Eqüestre.

A competição será realizada no dia 16 de agosto, na cidade paulista de Avaré e reunirá conjuntos (cavalo e cavaleiro) dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Paraná, além do Distrito Federal. As provas terão largada e chegada no Parque de Exposições Dr. Fernando Cruz Pimentel.

A competição distribuirá uma premiação de R$ 20 mil em dinheiro, entre todas as categorias, além de prêmio em produtos.

Petric vai competir com Rações Guabi Liberdade e disputará a categoria 160 km, considerada a Fórmula 1 da modalidade.

`Estou bem preparado, vamos ver como o animal se comporta na competição. Meu objetivo é completar o percurso, que certamente vai exigir bastante dos cavaleiros. Também vou aproveitar essa prova como preparação para o Mundial, no qual irei competir com Rações Guabi Knigth, que vem apresentando um bom
rendimento nos treinos`, explicou.

O cavaleiro, que também integra a equipe do Centro de Treinamento Marechal, destacou que o Campeonato Brasileiro é uma competição importante e as provas em todas as categorias apresentam um alto nível.

`Como esse evento vale o dobro de pontos no Ranking da Confederação Brasileira de Hipismo, o pessoal está treinando forte e vai com muita vontade para vencer em Avaré. Tenho certeza de que teremos um campeonato muito disputado`, analisou.

Em abril, Petric participou da I Copa Avaré, chegou a terminar a prova, porém seu animal foi desclassificado na checagem veterinária final.

`A trilha na região tem um piso bom e o terreno é plano, mas o cavaleiro tem de ter um pouco de cautela. Como não existem subidas, o competidor pode se empolgar e aí corre o risco de ser desclassificado na checagem veterinária. É preciso saber dosar a velocidade, para não desgastar o animal`, lembrou.

Com relação ao Campeonato Mundial, Petric explicou que todos os seis conjuntos vêm se preparando para a prova de 120 km, que será disputada no dia 27 de setembro, em Pratoni Del Vivaro, próximo a Roma.

Os animais devem ser embarcados por volta do dia 10 de setembro. Além de Petric, a equipe do Brasil conta ainda com Mário Schioppa, Daniel Grande, Renata Batah Taliberti e Mariana Salles, todos de São Paulo, e Newton Noronha Lins, do Rio de Janeiro.

O XIII Campeonato Brasileiro de Enduro Eqüestre tem a organização da Confederação Brasileira e Federação Paulista de Hipismo. O apoio é da Prefeitura Municipal de Avaré.

Fonte: ROF

  
  

Publicado por em