Os novos campeões brasileiros de Canoagem Velocidade

O exemplo da dupla brasileira classificada para Londres 2012 é estímulo para toda a geração que desponta no esporte

  
  
Erlon Souza e Ronilson de Oliveira são esperança de medalha olímpica para o Brasil / Divulgação

Os sonhos de muitos jovens canoístas se realizaram no Parque Iguaçu, em Curitiba

, com o término do Campeonato Brasileiro de Canoagem Velocidade 2011, evento que reuniu 372 atletas de 13 estados brasileiros neste fim de semana no Paraná.

Dentre os destaques do evento a presença dos principais canoístas da seleção brasileira e a imensa quantidade de novos atletas demonstrando o crescimento do esporte no país.

O objetivo de muitos desses jovens canoístas é a sonhada medalha olímpica, oportunidade que a dupla do C1 Masculino 200m formada por Erlon Souza (20 anos) e Ronilson Oliveira (21 anos), terá nos Jogos Olímpicos Londres 2012 ao representar a canoagem brasileira e servir de exemplo para a nova geração que desponta.

Segundo Erlon para se chegar nesse objetivo é preciso muito esforço e dedicação. “Certamente esses meninos podem conseguir o que nós conseguimos. Mas só chegamos aqui com muito treinamento e enfrentando muitas dificuldades”, disse o canoísta que ganhou com Ronilson sua primeira medalha em eventos internacionais há apenas dois anos nos Jogos Sul-americanos de Medellín.

Erlon Souza e Ronilson de Oliveira são esperança de medalha olímpica para o Brasil

O exemplo da dupla brasileira classificada para Londres 2012 é estímulo para toda a geração que desponta no esporte. Para Marcos Scolar (12 anos), campeão brasileiro no K1 Escola Infantil nos 1.000 e 500 metros, um evento como esse é muito bom para ver de perto os atletas da seleção brasileira.

“Só de ver o pessoal competindo já consegui melhorar minha técnica de remada. É muito bom estar aqui”, disse o jovem canoísta da ACEN de Caxias do Sul/RS.

“A Canoagem Velocidade é um esporte com imenso potencial de crescimento no Brasil, mas para que os jovens sejam descobertos e venham a se tornar futuros campeões precisamos trabalhar incansavelmente para fornecer estrutura e treinamentos propícios para que isto ocorra”, argumentou Sebastián Cuattrin, supervisor do Comitê de Canoagem Velocidade da CBCa.

Atletas de Piraju dominam o campeonato

Os atletas da APEN (Associação Pirajuense de Esportes Náuticos – Piraju/SP) mostraram que, além de dominarem as provas de do Circuito Brasileiro de Canoagem Slalom, também são muito fortes na Canoagem Velocidade ao conquistarem neste domingo o título de campeã geral por equipes do evento com 264 pontos.

Em segundo lugar ficou a ACEN (Associação Caxiense de Esportes Náuticos – Caxias do Sul/RS) com 164 pontos e em terceiro a ACC (Associação Cacaueira de Canoagem – Itacaré/BA).

Segundo Romerson de Mattos, treinador da APEN, o segredo é não exigir obrigatoriamente bons resultados dos jovens atletas e sim incentivá-los a sempre se dedicarem ao realizarem qualquer coisa na vida.

“Sempre incentivamos o espírito de equipe e a rivalidade saudável, fazendo das dificuldades nossa motivação. Acho que esse é o segredo de Piraju ser um celeiro de atletas no país”, contou.

Árbitra brasileira convocada para Londres 2012

Há pouco menos de um mês a organização dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e a Federação Internacional de Canoagem anunciaram a convocação da árbitra brasileira Chrystina Letino Vanicek para a composição do quadro de árbitros internacionais do evento. Chrystina é árbitra internacional há 13 anos e trabalhou como chefe de arbitragem do Campeonato Brasileiro de Canoagem Velocidade 2011.

O evento foi disputado nas distâncias de 1.000, 500 e 200 metros, para caiaque e canoa, masculino e feminino, nas categorias Infantil, Menor, Cadete, Júnior, Sênior e Máster. Todos os resultados do dia estão disponíveis no site da CBCa (www.cbca.org.br).

Durante as noites do campeonato a CBCa também realizou um workshop com os treinadores sob orientação do Head Coach da Seleção Brasileira de Canoagem o húngaro Zoltán Bakó.

O Campeonato Brasileiro de Canoagem Velocidade 2011 teve organização da Confederação Brasileira de Canoagem e contou com apoio do BNDES, Governo do Estado do Paraná (Secretaria Estadual do Esporte), da Prefeitura Municipal de Curitiba (Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude) e Prefeitura Municipal de São José dos Pinhais (Secretaria Municipal de Esporte), Polícia Militar do Paraná e Sanepar.

A apuração das provas foi realizada pela IMAS, empresa alemã especialista em sistemas de cronometragem e photofinish em provas internacionais de canoagem.

Visite: www.revistaecotour.com.br
Fonte: Confederação Brasileira de Canoagem

  
  

Publicado por em