Piracicaba receberá competição universitária de carros off-road

Trata-se de etapa preparatória para a competição nacional, que representa importante palco para novos talentos da engenharia automotiva brasileira.

  
  

Estudantes de engenharia de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro eEspírito Santo fazem os últimos acertos em 34 carros off-road. Denominados Baja SAE, os veículos foram projetados e construídos pelos próprios universitários, sob a supervisão de professores, para a Competição Baja SAE BRASIL – Etapa Sudeste 2017, que será realizada na Escola de Engenharia de Piracicaba (EEP), dias 19 e 20 de agosto. Trata-se de etapa preparatória para a competição nacional, que representa importante palco para novos talentos da engenharia automotiva brasileira.

Nesta edição, a Etapa Sudeste inscreveu 34 equipes – sendo 14 de São Paulo, 10 de Minas Gerais, oito do Rio de Janeiro e duas do Espírito Santo –, que somam cerca de 660 estudantes. As equipes terão de submeter os carros a provas estáticas e dinâmicas, supervisionadas por juízes, todos engenheiros da indústria da mobilidade.

Programação:

As provas terão início no dia 19, das 8h às 18h, com as apresentações teóricas dos projetos e as avaliações de segurança, motor, conforto e frenagem. Das 13h às 18h, os veículos também enfrentarão as provas dinâmicas, que avaliarão suspensão, capacidade de tração e dirigibilidade.

No dia 20, a partir das 10h, ocorrerá a prova mais esperada da competição, o enduro de resistência, que é realizado em terreno acidentado ao longo de três horas. Com exceção das apresentações orais, a programação é aberta ao público.

A equipe Baja UFMG, da Universidade Federal de Minas Gerais, foi a vencedora da competição regional no ano passado, disputada por 29 equipes entre 30 inscritas. Em segundo lugar ficou a equipe EESC-USP, da Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo, seguida pela equipe Poli Atlas, da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP).

Nacional:

Competição de alto nível técnico, a Etapa Sudeste é reconhecida como o principal laboratório de testes. Trata-se de oportunidade para a troca de conhecimentos entre as equipes e o aperfeiçoamento dos veículos off-road, que irão disputar a competição nacional, realizada anualmente no primeiro semestre, em São José dos Campos, interior de São Paulo, com cerca de 70 equipes de todas as regiões do Brasil.

Além da Etapa Sudeste, a SAE BRASIL realiza mais duas competições regionais, que são preparatórias para a Competição Baja SAE BRASIL: a Etapa Nordeste, de 10 a 12 de novembro, no Senai Cimatec, na Bahia; e a Etapa Sul, de 17 a 19 de novembro, na Universidade de Passo Fundo, no Rio Grande do Sul.

Carros:

Os veículos Baja SAE são protótipos de estrutura tubular em aço, monopostos, para uso fora-de-estrada, com quatro ou mais rodas e motor padrão de 10 HP, que devem ser capazes de transportar pessoas com até 1,90m e 113,4 kg. Os sistemas de suspensão, transmissão e freios, assim como o próprio chassi, são desenvolvidos pelas equipes, que têm, ainda, a tarefa de buscar patrocínio para viabilizar o projeto.

“Os programas estudantis da SAE BRASIL têm obtido sucesso entre os jovens e se mostrado celeiros de talento e inovação a ponto de cativar apoio e reconhecimento da indústria ao programa”, ressalta o engenheiro Mauro Correia, presidente da SAE BRASIL.

Serviço:

-Competição Baja SAE BRASIL – Etapa Sudeste 2017

- Data: 19 e 20 de agosto de 2017

- Dia 19 (sábado), das 8h às 18h – Avaliações (segurança, motor, conforto e frenagem) e apresentações teóricas. Das 13h às 18h – Provas dinâmicas (suspensão, capacidade de tração e dirigibilidade).

- Dia 20 (domingo), das 10h às 13h – Enduro de resistência. Às 14h – Premiação.

- Local: Escola de Engenharia de Piracicaba (EEP) – Avenida Monsenhor Martinho Salgot, 560, Piracicaba / SP.

Visite: www.revistaecotour.tur.br

Fonte: Maria do Socorro Diogo

  
  

Publicado por em